ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Barreiras: Carga de madeira sem documentação é apreendida

Brumado: Município registra 10 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Governo do Estado anuncia licitação para gestão de presídio de Brumado

Brumado: Promotoria de Justiça acompanha atividades da Secretaria de Educação

25 de novembro: Dia Internacional da não violência contra a mulher

Novo vírus letal surgido na Bolívia pode ser confundido com a dengue

Governo libera R$ 409 milhões para projetos de tecnologias da internet

Major Leila é nomeada comandante da 2ª CIPRv de Brumado

Casal é preso por estuprar as filhas em Itaberaba

Brumado: 237 pacientes estão em tratamento do novo coronavírus

Quadro de especialistas da Clínica Mais Vida é ampliado passando a oferecer mais um cardiologista e ecografista

Partido pede expulsão de vereador eleito por infidelidade partidária

Apresentador Fernando Vannucci morre aos 69 anos

Abrace essa Causa: ‘Projeto O Bom Samaritano’ ajudando quem mais precisa em Brumado

Polícia Civil deflagra operação contra homens e um adolescente que estupraram uma criança de 10 anos em Carinhanha

Nota Fiscal Eletrônica já está presente em 417 municípios da Bahia; já são 70 mil emissores

Auxílio Emergencial: 'Não haverá prorrogação', afirma ministro da economia

Pai de Zezé di Camargo e Luciano morre aos 84 anos

Foguete chinês é visto no céu da Bahia e chama atenção de moradores

Saiba os cuidados em possíveis fraudes no dia da 'Black Friday'


Feira de Santana: Cerca de 70 detentos já deixaram presídio após prisão domiciliar; Justiça liberou 320

Foto: Reprodução / TV Subaé

Cerca de 70 detentos do regime semiaberto do Conjunto Penal de Feira de Santana, deixaram a unidade, até a tarde desta sexta-feira (28), após a Justiça conceder prisão domicilar para eles. De acordo com informações do G1, 120 mandados de liberação foram entregues pela Justiça até esta sexta. Outros devem chegar nos próximos dias. Todos os 320 presos do semi-aberto foram liberados, segundo a Justiça. A determinação é do juiz Waldir Viana Ribeiro Júnior, titular da Vara de execuções penais de Feira de Santana. Conforme informações, nem todos os detentos liberados pela Justiça poderão sair, porque respondem a outros processos. Os presos que saíram do presídio não receberam tornozeleira eletrônica, pois o interior do estado ainda não dispõe do equipamento. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que vai recorrer da decisão, proque não tem como monitorar os presos sem as tornozeleiras. Segundo a Seap, a licitação que prevê a aquisição de 3.200 mil equipamentos ainda está em andamento. O processo começou em 2017. "Nós já estamos mantendo contato com o Ministério Público e vamos conversar também com a instância superior, com os desembargadores do Tribunal de justiça, para ver que tipo de recurso o estado da Bahia pode ter para que a sociedade não seja atingida com uma decisão como essa", informou o secretário Nestor Duarte.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário