ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Professores da rede municipal de ensino fazem carreata contra volta às aulas

Brumado: Agência da Caixa Econômica abre neste sábado (19) para atender calendário de benefícios emergenciais

Corpo é encontrado boiando em lagoa da zona rural de Brumado

Brumado: Presidente da Liga Brumadense de Futebol poderá ser o novo Secretario de Esportes

Contendas do Sincorá: PROS realiza convenção para homologar candidatura de Margareth Pina e Roberto

Brumado: 133 pacientes continuam em tratamento da Covid-19

Brumado: Idoso de 71 anos é detido após atirar em cães no meio da rua

Projeto torna crime agressão a profissional de imprensa

LAB: Segurança desde a coleta ao resultado do seu exame

Eleições 2020: Castilho Viana confirma candidatura a vereador em Brumado

Sortudo de Barra do Choça ganha sozinho R$ 607 mil na Lotomania

Carreta carregada com animais tomba na BA-152 entre Itanagé e Livramento, motorista e passageiro ficaram feridos e animais morreram

Brasil reduziria fila no SUS para atendimento de saúde ocular em 80% com optometristas

Brumado: Justiça nega pedido do MP e aulas podem ser retomadas no dia 21

1ª Promotoria de Justiça de Brumado pede redução de mensalidades de estabelecimentos de ensino privado

Ex-prefeito de Paramirim é suspeito de usar dados de moradores para pagamentos milionários

Brumado: Moradora reclama de descarte de lixo em local irregular no Residencial Brisa 1

Paramirim: Convenção de prefeito ignora distanciamento e leva multidão à localidade

Eleições 2020: Manelão desiste de pré-candidatura a prefeito e declara apoio a Eduardo Vasconcelos

Mais de mil pessoas já se curaram da Covid-19 em Brumado


Malhada de Pedras: ‘Lixão do Capinal’ continua revoltando moradores

Para piorar a situação, colocam fogo no lixo liberando uma fumaça tóxica que prejudica a vida dos moradores (Foto: 97NEWS)

A presença de lixões em algumas cidades do Norte e Nordeste ainda é muito comum, o que comprova a falta de compromisso com as questões ambientais por parte dos governantes. A questão ainda está sob “as vistas grossas” do governo federal, que por meio da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), através da lei de n° 12.305, de 2010, determinou que todos os municípios brasileiros dessem um fim nos lixões a céu aberto e implantassem aterros sanitários, só que prorrogações sistemáticas deixaram o processo no “campo dos sonhos”. Uma nova denúncia enviada à redação do 97NEWS nesta quarta-feira (25) vem comprovar ainda mais essa situação que, infelizmente, ainda é uma realidade, mesmo estando em pleno século XXI. A denúncia foi feita pelos moradores da Comunidade de Capinal Salvador, zona rural de Malhada de Pedras, os quais dizem não suportar mais um grande lixão que está cada vez mais próximo das residências. Segundo especulações, o próprio município estaria despejando o lixo recolhido na cidade, o que é um fator agravante e pode, caso seja comprova, se constituir num crime ambiental. Certo é que a quantidade de lixo vem aumentando de forma significativa, com uma agravante que, no período noturno, pessoas acabam colocando fogo no lixo, criando uma fumaça tóxica que está causando problemas de saúde nos moradores, que já fizeram inúmeras reclamações, mas, até agora, o problema não foi resolvido, muito pelo contrário, só piorou, o que vem comprovar uma falta de consciência ambiental das autoridades sanitárias.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário