ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


Deputados a favor da reforma trabalhista deveriam sair do PSB, sugere Bebeto

Foto: Bruno Luiz / Bahia Notícias

O deputado federal Bebeto (PSB-BA) sugeriu que os deputados do PSB que votaram a favor da reforma trabalhista deveriam sair do partido. A afirmação foi realizada durante manifestação contra as reformas do Governo Federal que ocorreram nessa sexta (28) no Campo Grande, em Salvador. “A posição de pensamento de questão de um partido é parte daquilo que o partido historicamente defende e que está ancorado no estatuto. Nós somos o partido socialista que tem uma preferência com o princípio do trabalho. Se o deputado não deseja estar em um partido como o PSB e deseja aprovar medidas em caráter liberal, o entendimento é que eles deveriam ter saído de seus partidos”, disse.  O deputado ainda afirmou que os deputados alegaram que entraram com um recurso sobre o posicionamento do partido e que isso daria o aval para votar contra a reforma.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário