ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

'Entre o Carnaval e a vida dos baianos, eu fico com a vida e saúde dos baianos' diz Rui Costa

Vereadora Verimar do Sindicato, em audiência com o secretário da SERIN, discute proposta para asfalto que liga Brumado ao Distrito de Terra Vermelha

Brasil: 75% das famílias têm dívidas, aponta Mapa do endividamento

Ministério da Saúde oferece mais de 21 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Judiciário da Bahia inaugura varas em duas cidades baianas

Novas regras da Tarifa Social devem beneficiar mais de 11 milhões de pessoas

Polícia extermina plantação com mais de 18 mil pés de maconha em Curaçá

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Divulgado o calendário de funcionamento do comércio no mês de dezembro

Mês de novembro apresentou menor número de mortes violentas na Bahia

Região Nordeste concentra quase metade das pessoas em situação de miséria, aponta IBGE

Nordeste: Comitê Científico do Consórcio recomenda cancelamento de Réveillon e Carnaval

Brumado: Após passar pela Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Sérgio volta a presidência da LBF

Agência é explodida em Iguaí, Sudoeste do Estado


Gatinha 'Nina' foi atropelada e precisa de um raio-X e tratamento veterinário; casal pede ajuda para salvá-la

O casal com a gatinha 'Nina

Os atropelamentos de animais em Brumado vêm sendo cada vez mais constantes e, na grande maioria das vezes, os motoristas ou motociclistas não param para dar socorro. Esse foi o caso que envolve a gata siamesa “Nina”, que pertence ao casal Paulo César e Adriana há 5 anos, a qual foi atropelada por um motociclista na última terça-feira (25) de noite no Bairro Santa Tereza onde eles residem. A felina estava esperando filhotes e, devido ao atropelamento, ela acabou parindo o que agravou o seu quadro, pois, ao que tudo indica ela teve fraturas. O casal, que está desempregado, pede ajuda para os sensíveis de coração para que a gatinha possa fazer um Raio-X e passar por possível tratamento. Nina é muito querida pelo casal que tem medo que ela venha a morrer se não receber o tratamento, já que o animal vem apresentando fortes dores (foto abaixo). Quem quiser contribuir entrar em contato pelo fone: (77) 9. 9826-3857. 

(Foto: Divulgação)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário