15.Abr.2017 - 08:47
 
Está cada vez mais complicado receber ou renovar o auxílio-doença do INSS
 

(Foto: Reprodução)
 

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está mais rigoroso ao conceder ou renovar o auxílio-doença, benefício que garante renda mensal temporária para trabalhadores incapacitados para suas atividades.Com um rombo na Previdência de R$ 152 bilhões em 2016, o governo tem tomado medidas para tornar mais duro o processo de avaliação dos candidatos ao benefício. Desde meados do ano passado, um pente-fino começou a ser feito nos benefícios por incapacidade e tem foco justamente nos auxílios que foram concedidos na Justiça. Balanço da revisão mostra que, de cada dez benefícios, oito estão sendo suspensos.