30.Mar.2017 - 07:59
 
Baiano de Ubaitaba, Isaquias Queiroz é consagrado com o prêmio Brasil Olimpíco
GE
 
 

O baiano da Chapada Diamantina, o primeiro atleta brasileiro a ganhar medalhas em uma só Olimpíada (Foto: Reprodução)
 

Prêmio Brasil Olímpico de melhor atleta masculino foi para o baiano de Ubaitaba Isaquias Queiroz, que iniciou as suas atividades na canoagem no Rio de Contas (foto abaixo). O primeiro atleta do país a ir ao pódio três vezes na mesma Olimpíada, com duas pratas (C1 1000m e C2 1000m) e um bronze (C1 200m), anunciou que iria quebrar o protocolo e desceu do palco e pediu a sua namorada em casamento. Ela disse o famoso "sim" e se levantou para receber o anel de noivado.- Para quem não sabe, ela está grávida de quatro meses. Vai ser menino e vai ser atleta com certeza - brincou o atleta, para aliviar o nervosismo. O discurso, no entanto, não se resumiu ao momento romântico. Isaquias também fez um agradecimento especial a Jesus Morlán, seu treinador, que luta contra uma doença grave. - Estava disputando com grandes atletas. Serginho, me inspiro muito nesse cara. Thiago Braz fez história. Queria dedicar esse troféu a meu treinador, Jesus Morlán. Se não fosse ele, não teria esse troféu. Todos sabem da situação que ele está passando, se Deus quiser vai sair dessa - acrescentou, referindo-se à cirurgia para retirada de um tumor no cérebro do treinador.