19.Dez.2016 - 10:00
 
Família Obama deixará Casa Branca personificando nobreza e classe; um belo exemplo para o mundo
 

Foto: Reprodução/Facebook
 

Ainda restam alguns dias na Casa Branca, mas a família Obama já escolheu o local que será sua residência a partir de janeiro do ano que vem. O casal Barack e Michelle e as filhas Malia e Sasha escolheram uma mansão em um dos bairros mais seletos de Washington. A família escolheu morar no bairro de Kalorama, situado no noroeste da capital. A família Obama prevê alugar uma mansão de quase 763 metros quadrados, localizada no número 2446 da Rua Belmont. Construída na década de 1920 e renovada em 2011, a casa está avaliada entre 5,4 e 6 milhões de dólares e o aluguel mensal beira os US$ 22 mil (R$ 79 mil). A futura residência do presidente foi vendida pela última vez em 2014 e é propriedade de Joe Lockhart, ex-porta-voz do antigo presidente Bill Clinton. O dono da mansão se mudou recentemente para Nova York para ser vice-presidente executivo de comunicações da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL). A família Obama também mantém uma casa em Chicago, que compraram por US$ 1,65 milhão (quase R$ 6 milhões), em 2005. Apesar do preço elevado, bancar o aluguel não deve ser um problema. Quando deixar a Casa Branca, Obama receberá uma aposentadoria de mais de US$ 200 mil ao ano, cerca de R$ 722 mil, além da proteção do Serviço Secreto, encarregado da segurança de todos os presidentes americanos. Contudo, ainda não se sabe o que o casal irá fazer quando deixar a Casa Branca. O presidente já comentou que, quando terminar o mandato, continuará sendo “muito jovem” e se vê voltando “a fazer o tipo de trabalho que fazia antes”. Antes de entrar para a política, Obama foi líder comunitário em Chicago. “Esse é o tipo de trabalho que eu realmente gosto”, comentou em uma conversa com alunos de ensino primário em uma biblioteca de Washington. Obama ficou oito anos no poder, e mostrou que se pode governar sem escândalos e corrupções, um exemplo para outros políticos do mundo inteiro.