ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumadense suspeito de tentativa de homicídio tem prisão preventiva decretada; ele também poderá responder por falsidade ideológica

Um Coração saudável é um coração feliz, 14 de Agosto dia do Cardiologista

Mistério: Pró-reitor do Ifba é encontrado morto dentro de seu apartamento

Farejador: Durante viagem, policial sente cheiro suspeito e apreende 13 kg de maconha

São Paulo: Jovem leva facadas no rosto e se finge de morta para escapar de namorado, que se suicidou

RotSat: Contrate o rastreamento de seu veículo ou de sua frota onde você tem confiança e qualidade

Rosa Weber assume presidência do TSE nesta terça

Guajeru: Polícia frustra tentativa de feminicídio; 5 armas foram apreendidas

Asfaltamento de estrada entre Itambé e o Tomba/Ribeirão do Largo deve começar dentro de 30 dias

Clidemar Amorim declara apoio a Luciano Ribeiro

Brumado: Congresso das Testemunhas de Jeová reuniu centenas de pessoas da microrregião

Sua moeda de 1 real comemorativa, pode valer ate 700 reais, fique ligado e saiba os valores

Brumado: Feminicídios são considerados como casos esporádicos pela Polícia Civil

Caetiteense que passa por tratamento quimioterápico em Salvador, tem sonho realizado por policiais militares em seu aniversário

‘A galinha da macumba incomoda muito mais do que milhares de jovens negros mortos’, afirma Doutor em Direito Hédio da Silva Jr.

Brumado: Começam os exames feitos por meio da ‘Carreta Mamamóvel’

Caetité: Presidentes de empresas chinesas avaliam obras da Ferrovia Oeste-Leste e exploração de mina de ferro

Projeto quer agilizar medidas protetivas para vítimas de violência

Brumado: Volta à cena o risco de se contrair raiva por meio do consumo de carne e leite clandestinos

Jaques Wagner receberá R$ 1,3 milhão do PT para campanha ao Senado


Operação Juízo Final interdita três funerárias em Salvador

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Uma operação conjunta envolvendo quatro órgãos da prefeitura de Salvador, Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Codecon), Guarda Civil Municipal (GCM) e as secretarias municipais de Desenvolvimento (Sedur) e Urbanismo e de Ordem Pública (Semop), além da Polícia Civil, foi deflagrada nesta quinta-feira (20). A ação teve como objetivo fiscalizar as condições de funcionamento dos estabelecimentos e inspecionar a qualidade do serviço oferecido à população.Batizada de Juízo Final, a operação embargou as funerárias Pax Pau da Lima, localizada no bairro de Pau da Lima; Porto, em Escada; e Pax Brasil, em Plataforma – esta última foi impedida de funcionar por estar com Termo de Viabilidade de Localização (TVL) vencido e por não ter a licença de publicidade. Nove autos de infração foram lavrados por falta de preço, falta de vidro fumê nas entradas, portas abertas e ausência do Código de Defesa do Consumidor expostos em alguns estabelecimentos. Os proprietários de três funerárias de Salvador foram intimados, nesta quinta-feira (20), a comparecerem na Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon) para prestarem esclarecimentos sobre denúncias de irregularidades na venda de caixões e outros serviços funerários. A informação foi dada pela delegada Idalina Otero, titular da Decon. Segundo Otero, a operação teve como objetivo apurar denúncias de irregularidades neste tipo de comércio, que chegam à delegacia e à prefeitura. Segundo ela, novas operações deverão ocorrer nos próximos meses em funerárias de outros bairros da cidade. "Os estabelecimentos que apresentavam irregularidades também serão visitados para verificar se as correções foram implementadas", ressaltou. De acordo com Janete Garcia, coordenadora de cemitérios da Semop, a operação foi planejada após várias denúncias apresentadas à Codecon. "Recebemos muitas reclamações de funerárias que aproveitam o momento de dor para tirar proveito na questão financeira. Essa é uma operação, que visa, além de observar preços abusivos, a questão de documentação do espaço e sua publicidade", explicou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário