ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Tentativa de Neto de ‘esconder Geddel é confissão de culpa’, diz Solla

Intermunicipal 2017 terá um campeão inédito

Conquista: Homem quase é linchado após ser flagrado filmando partes íntimas de menor

Ituaçu: Suspeito de ser um dos autores do assalto à joalheria em Brumado morre em troca de tiros com a Polícia

Maetinga: Homem é preso por porte ilegal de arma; ele estava com uma calibre 12

Luto: Sepultada a jovem universitária Letícia Santos, vítima de acidente na BA-263 em Itapetinga

Solidariedade: Adquira o seu kit da 'Caminhada Passos que Salvam' na Padaria Divina

Ciclistas brumadenses do MTB fazem bonito no Iº Desafio dos Gerais em Caetité

Novas mudanças nas certidões de nascimento, casamento e óbito passam a valer nesta terça

Aluna brumadense conquista `XVI Prêmio Denatran´ na faixa etária até 12 anos e 11 meses

Solteira sim, sozinha nunca: Pesquisa diz que mulheres se sentem mais felizes solteiras que os homens

Lava Jato: PF ataca corrupção na Transpetro na 47ª fase da operação; uma pessoa foi presa na Bahia

Bahia: Combustível continua caro porque distribuidora não repassou reajuste

Zé Carlos de Jonas agradece a administração municipal pelas obras de reestruturação do riacho que serve a Lagoa de Tamboril

Acusado de 'gestão temerária', Ivã de Almeida deve renunciar ao cargo de presidente do Vitória

PGR defende manutenção de prisão de Geddel Vieira Lima

'Essa cobrança da energia dos poços tem que ser revista com urgência', afirma vereador Zé Ribeiro

Presos fogem de complexo policial superlotado no município de Alagoinhas

Léo Vasconcelos, presidente da Câmara de Vereadores promulga lei que eleva Umburanas, Samambaia e Arrecife a categoria de distritos

Glória Maria diz que o próprio negro se discrimina


Operação Juízo Final interdita três funerárias em Salvador

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Uma operação conjunta envolvendo quatro órgãos da prefeitura de Salvador, Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Codecon), Guarda Civil Municipal (GCM) e as secretarias municipais de Desenvolvimento (Sedur) e Urbanismo e de Ordem Pública (Semop), além da Polícia Civil, foi deflagrada nesta quinta-feira (20). A ação teve como objetivo fiscalizar as condições de funcionamento dos estabelecimentos e inspecionar a qualidade do serviço oferecido à população.Batizada de Juízo Final, a operação embargou as funerárias Pax Pau da Lima, localizada no bairro de Pau da Lima; Porto, em Escada; e Pax Brasil, em Plataforma – esta última foi impedida de funcionar por estar com Termo de Viabilidade de Localização (TVL) vencido e por não ter a licença de publicidade. Nove autos de infração foram lavrados por falta de preço, falta de vidro fumê nas entradas, portas abertas e ausência do Código de Defesa do Consumidor expostos em alguns estabelecimentos. Os proprietários de três funerárias de Salvador foram intimados, nesta quinta-feira (20), a comparecerem na Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon) para prestarem esclarecimentos sobre denúncias de irregularidades na venda de caixões e outros serviços funerários. A informação foi dada pela delegada Idalina Otero, titular da Decon. Segundo Otero, a operação teve como objetivo apurar denúncias de irregularidades neste tipo de comércio, que chegam à delegacia e à prefeitura. Segundo ela, novas operações deverão ocorrer nos próximos meses em funerárias de outros bairros da cidade. "Os estabelecimentos que apresentavam irregularidades também serão visitados para verificar se as correções foram implementadas", ressaltou. De acordo com Janete Garcia, coordenadora de cemitérios da Semop, a operação foi planejada após várias denúncias apresentadas à Codecon. "Recebemos muitas reclamações de funerárias que aproveitam o momento de dor para tirar proveito na questão financeira. Essa é uma operação, que visa, além de observar preços abusivos, a questão de documentação do espaço e sua publicidade", explicou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário