ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Convite: Câmara Municipal de Brumado

Brumado: Babilônia na sinalização de trânsito promovida pelo DNIT vira motivo de piada nas redes sociais

Aracatu: Após um mês da 'Operação Chronos', prefeito continua afastado do cargo; investigações continuam e prisão ainda não foi descartada

'Sem Fôlego': Doze são presos e 68 botijões apreendidos em ação de combate à venda ilegal de gás

Lúcio se diz tranquilo sobre operação da PF: 'não encontrarão nada de errado'

Mega-Sena pode pagar R$ 4 milhões hoje (19)

Brumado: No combate à criminalidade, 34ª CIPM lança o 'Zap Denúncia'

Nas redes sociais, músicos e amigos de `Kley Santos´ prestam homenagens ao brumadense

UFBA abre curso de graduação na UAB de Brumado

Jovem conquistense desaparece após pegar um táxi; família pede ajuda

Brumado: Em novas dependências, SMTT vai em busca de superar severa crise interna; rumores apontam até para a extinção do órgão

Ex-prefeito de Piripá (BA) é condenado novamente por desvio de R$ 186 mil da Educação

Modernidade: Autorizado o pagamento de multas em débito e crédito

Brumado: Identificado o jovem que acabou morrendo em trágico acidente industrial na manhã desta quarta-feira (18)

Tragédia em Brumado: Jovem operário morre após máquina cair em cima de sua cabeça

Medicina do Trabalho na Clínica Master com Dr. Joaquim Donato Júnior

Devassa Puro Malte será a cerveja oficial da Arena Safadão

Bahia: Eternit pode ser condenada a indenizar sociedade em R$ 225 mi por uso de amianto

Filhote de veado é resgatado por médico às margens da BA-148 em Livramento

Dermatologista Dr. Bruno Prado atende no Centro Médico São Gabriel


Audiência Pública discute crise hídrica em Rio do Antônio

(Foto: Divulgação)

À medida que aumenta a escassez de água na Bacia Hidrográfica do Rio do Antônio, tanto em consequência de fenômenos físicos como da degradação humana, acentuam-se os conflitos pelo uso da água. A construção do Açude de Truvisco, no Alto Rio do Antônio, Município de Caculé, tendo como propósito perenizar o Rio do Antônio, ao que parece só tem acentuado o conflito pelo uso da água, principalmente nos períodos de estiagem, uma vez que a água de Truvisco tem sido utilizada mais para a irrigação de culturas agrícolas, de pasto, piscicultura e a sua liberação para abastecimento humano a jusante, só tem ocorrido depois de muita discussão na Comissão Gestora do Açude e até representação no Ministério Público. A estiagem prolongada no Médio Rio do Antônio começa a trazer previsões dramáticas para os Municípios de Rio do Antônio e Guajeru. Estima-se que só haverá água disponível para o abastecimento nos próximos dois meses. Nesse sentido, a Câmara de Vereadores de Rio do Antônio realizou uma audiência pública, na manhã do último dia 15 de abril, que diagnosticou, discutiu as causas da crise hídrica naquele Município e ainda deliberou ações. A audiência contou com a participação de representantes da Prefeitura, EMBASA, CONTAG, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, do MODERA e de populares. A audiência foi iniciada por uma exposição do ex-Secretário de Infraestrutura de Rio do Antônio, Professor Antônio de Souza Lima, que apresentou um diagnóstico da crise hídrica naquele Município, incluindo os seus impactos sociais, ambientais e econômicos. Na oportunidade, o Professor Lima propôs a elaboração, discussão e aprovação de propostas para soluções a curto, médio e longo prazo. Sobre o gerenciamento dos recursos hídricos no Alto Rio do Antônio, disse que esse tem sido precário, acarretando o monopólio das águas de Truvisco por usuários dos Municípios de Caculé e Licínio de Almeida e privilegiando grandes áreas irrigadas, causando prejuízos às populações de Rio do Antônio e Guajeru, no que se refere ao seu abastecimento humano. Segundo o Professor Lima, a concentração de água em Truvisco está levando o Rio do Antônio literalmente à morte e sérias consequências aos ribeirinhos à jusante do Açude. A participação do MODERA na audiência se deu por meio do Coordenador, Capitão Henrique Moreira Rocha e do Secretário Geral, Jorge Valério Rocha Gomes, que propôs a convocação de uma reunião extraordinária da Comissão Gestora de Truvisco para deliberar a abertura da comporta do Açude e representação no Ministério Público, caso a demanda não seja atendida. O Presidente da Câmara, Vereador André Rogério Berkovitz Soares, por sua vez, colocou em votação a segunda proposta, que foi aprovada pelo plenário da audiência. Segundo a Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas, Rita Braga, a Agência Nacional de Àguas – ANA realizará uma reunião na Cidade de Rio do Antônio, no próximo dia 04 de maio, para tratar da alocação da água de Truvisco.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário