ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: PSD não deverá sair das mãos do advogado Thiago Amorim

Brumado: Projeto de Lei que prevê empréstimo de R$ 5 milhões volta à pauta do Legislativo

Auditoria vai apurar como 17 municípios baianos fizeram gastos em saúde

Apae de Brumado realizará assembleia geral ordinária para eleição da nova diretoria executiva

BA-148: Motociclista de 37 anos morre após sofrer acidente próximo ao distrito de 'Fazendinha'

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Rio de Contas

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Tempo continua quente na Região Sudoeste e pode chover na quinta-feira (24)

Modelo brumadense realiza sonho de desfilar na São Paulo Fashion Week

Maetinga: Motorista de 36 anos morre em capotamento na BA-263

Lagoa Real: Idoso morre carbonizado após tentar apagar fogo em lavoura

Perseguição policial na BR-116 termina com 200 kg de maconha apreendidos em Conquista

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Primeira missa a Santa Dulce dos Pobres leva milhares de fiéis à Salvador

Livramento de Nossa Senhora: Jovem de 29 anos é morto a facada durante briga com amigo

Brumado: Recém-nascido com problemas respiratórios é transferido de UTI aérea para Salvador

Com máscara de oxigênio suja, hospital usa copo descartável como substituto e reanima bebê

Idosa de 75 anos dá a luz a um bebê; pai da criança tem 80 anos

Brumado: 'A situação política está muito favorável para o PT', afirma ex-prefeito

Bahia: Tribunal de Justiça derruba liminar e restabelece uma única inspeção veicular por ano


Ibitira: Ação de Municipalização do Ensino Fundamental Ciclo II gera protestos e indignação

A Escola Estadual Lia Públio de Castro é muito respeitada pela qualidade do ensino oferecido (Foto: Reprodução Facebook)

A população de Ibitira, Distrito de Rio do Antônio, localizado na região sudoeste do estado, já demonstra uma grande insatisfação após ter ser sido surpreendida com a real possibilidade da municipalização total do Ensino Fundamental Ciclo II. Vale ressaltar que essa modalidade de ensino era partilhada até final do ano passado entre Estado e Município e possuía um ótimo grau de resolutividade. Um grande número de alunos cuja responsabilidade é do Estado frequenta as aulas no Colégio Estadual Lia Públio de Castro, instituição de renome regional que sempre contou com a competência e comprometimento do seu quadro de funcionários. Na avaliação feita por pais e professores, a medida é um retrocesso e pode prejudicar muito a qualidade do ensino oferecido, já que, a instituição supracitada foi contemplada recentemente com a construção de nova sede, com uma estrutura invejável. A decisão teria sido tomada de forma unilateral pelo prefeito José Alves (PDT), o Deca, que estaria trazendo para o âmbito municipal o ônus que pertence ao Estado. A preocupação de pais, alunos e professores já é notória e, com isso, uma mobilização de protesto já está sendo efetiva, pois segundo eles “nesse momento em que os municípios, que são a esfera federativa mais fragilizada financeiramente em decorrência da crise fiscal e do aumento de encargos, toma uma atitude arbitrária como essa, os resultados poderão resultar em dificuldades e ou impossibilidade de atendimento com qualidade para todos”, argumentam. Eles elevam o tom ao declarar que “nos dias atuais, uma ação como essa, sem se consultar a comunidade é realmente muito questionável, pois, a impressão que fica é que a gestão municipal estaria somente preocupada em conquistar novos postos de trabalhos para agraciar seus correligionários políticos”. Em contato com o presidente da Câmara de Vereadores de Rio do Antônio, André Berkovitz (PEN), ele destacou que “não podemos aceitar uma decisão como essa fora do contexto. Sou totalmente contrário, pois irá prejudicar a qualidade do ensino em Ibitira, então, diante disso, já estamos prestando nosso apoio aos pais, professores e alunos”. O movimento irá buscar um encontro com o prefeito na manhã desta terça-feira (31) para tentar encontrar uma solução consensual para a questão. Caso o prefeito não receba a comissão, um forte manifesto de protesto poderá acontecer em frente à sede da Prefeitura Municipal de Rio do Antônio. Nossa equipe entrou em contato com prepostos da administração municipal para buscar esclarecimentosobre o fato, ficando no aguardo das informações. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário