ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Municípios do sudoeste baiano debatem a saúde pública na Bahia em Oficina de Gestão

Endureceu: ‘Essa situação dos cães errantes é uma vergonha para Brumado’, dispara Zé Ribeiro

Dois jovens morrem em acidente de moto na BA-156 entre as cidades de Jacaraci e Mortugaba

Controlar como as crianças usam a tecnologia: prevenção ou invasão de privacidade?

Concurso da Polícia Civil da Bahia acontece neste domingo

Sindicato oferece recompensa de R$ 10 mil por informações sobre a morte do delegado Marco Torres

Brumado: ‘Os vereadores do bairro são oposição, mas o povo tem que ser a situação da vez’, protestam moradores da Benjamim Santos

Lia Teixeira comemora assinatura do convênio da FUNASA para inícios das obras do sistema de abastecimento de Cristalândia e região

Brumado: Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes intensifica ações em frente às escolas

Avicii, DJ e produtor sueco, morre aos 28 anos

Vereador Elias Piau faz requerimento verbal ao Executivo solicitando a capina e a limpeza de vários bairros da cidade

Coordenador do Polo da UAB/Brumado participa de 'Encontro do Fórum Nacional de Coordenadores Estaduais' em Gramado (RS)

Brumado: Vacinação contra gripe começa na próxima segunda-feira (23)

Destruída pelas chuvas há cinco meses, motoristas apontam perigo causado por buracos na Av. Lindolfo Brito

Moradores da Rua São Judas Tadeu, no bairro São Jorge pedem com urgência a pavimentação da via

Jacobina: Professora aparece em vídeo gravado por ela mesma ameaçando criança em creche

Brumado: Prefeito, vice e 7 vereadores anunciam apoio à pré-candidatura de Márcio Moreira

Itagibá: Ciganos são detidos com armas, carros, joias e mais de R$ 18 mil

Com acúmulo de reclamações Coelba lança novo aumento no domingo (22)

Vitória derrota Internacional nos pênaltis e se classifica para as oitavas da Copa do Brasil


Ibitira: Ação de Municipalização do Ensino Fundamental Ciclo II gera protestos e indignação

A Escola Estadual Lia Públio de Castro é muito respeitada pela qualidade do ensino oferecido (Foto: Reprodução Facebook)

A população de Ibitira, Distrito de Rio do Antônio, localizado na região sudoeste do estado, já demonstra uma grande insatisfação após ter ser sido surpreendida com a real possibilidade da municipalização total do Ensino Fundamental Ciclo II. Vale ressaltar que essa modalidade de ensino era partilhada até final do ano passado entre Estado e Município e possuía um ótimo grau de resolutividade. Um grande número de alunos cuja responsabilidade é do Estado frequenta as aulas no Colégio Estadual Lia Públio de Castro, instituição de renome regional que sempre contou com a competência e comprometimento do seu quadro de funcionários. Na avaliação feita por pais e professores, a medida é um retrocesso e pode prejudicar muito a qualidade do ensino oferecido, já que, a instituição supracitada foi contemplada recentemente com a construção de nova sede, com uma estrutura invejável. A decisão teria sido tomada de forma unilateral pelo prefeito José Alves (PDT), o Deca, que estaria trazendo para o âmbito municipal o ônus que pertence ao Estado. A preocupação de pais, alunos e professores já é notória e, com isso, uma mobilização de protesto já está sendo efetiva, pois segundo eles “nesse momento em que os municípios, que são a esfera federativa mais fragilizada financeiramente em decorrência da crise fiscal e do aumento de encargos, toma uma atitude arbitrária como essa, os resultados poderão resultar em dificuldades e ou impossibilidade de atendimento com qualidade para todos”, argumentam. Eles elevam o tom ao declarar que “nos dias atuais, uma ação como essa, sem se consultar a comunidade é realmente muito questionável, pois, a impressão que fica é que a gestão municipal estaria somente preocupada em conquistar novos postos de trabalhos para agraciar seus correligionários políticos”. Em contato com o presidente da Câmara de Vereadores de Rio do Antônio, André Berkovitz (PEN), ele destacou que “não podemos aceitar uma decisão como essa fora do contexto. Sou totalmente contrário, pois irá prejudicar a qualidade do ensino em Ibitira, então, diante disso, já estamos prestando nosso apoio aos pais, professores e alunos”. O movimento irá buscar um encontro com o prefeito na manhã desta terça-feira (31) para tentar encontrar uma solução consensual para a questão. Caso o prefeito não receba a comissão, um forte manifesto de protesto poderá acontecer em frente à sede da Prefeitura Municipal de Rio do Antônio. Nossa equipe entrou em contato com prepostos da administração municipal para buscar esclarecimentosobre o fato, ficando no aguardo das informações. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário