ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia acumula prejuízo de R$ 8,3 bilhões por conta da seca

Diocese de Caetité promoverá seminário com a temática 'Fake News e Jornalismo da Paz'

Bandidos levam 15 cabeças de gado nelore de fazenda na divisa entre Brumado e Aracatu

Brumado: Associação de Moradores do Bairro São José realiza festa em alusão ao Dia das Crianças

Sala do Empreendedor de Brumado será modelo para a implantação na cidade de Dom Basílio

Mesmo com derrota, Brumado se classifica para as oitavas de final do Intermunicipal 2018

Portaria redefine sessões do legislativo brumadense devido a feriados de novembro

Brumado: mulher é presa com substância análoga à cocaína em residência no Bairro Baraúnas

Colisão entre moto e ônibus causa a morte de jovem motociclista em Paramirim

Presidente do Legislativo de Brumado comemora as grandes conquistas para Samambaia e região

Fim da reeleição e união do pleito pode fazer com que mandatos de prefeitos e vereadores sejam prolongados até 2022

Homem natural de Caetité ganha R$ 500 mil na Tele Sena

Cão farejador ‘Zeus’ é o novo símbolo do combate ao tráfico em Brumado e região; em nova ação 2kg de substâncias possivelmente entorpecentes foram apreendidos

Brumado: Homem tenta agredir companheira, mas acaba levando uma facada; caso ocorreu no centro da cidade

Brumado: Previsão aponta semana com sol e algumas nuvens; não chove

Sistema de monitoramento impede arrombamento de residência no Bairro Monsenhor Fagundes

Quando devo procurar um Endocrinologista Pediatra?

Brumado: Polícia apreende homem por tráfico de drogas no bairro São Felix

Conquista: Três são presos em aeronave usada no transporte de drogas; pistola e R$ 7 mil são achados

Rui Costa critica fala do filho de Bolsonaro sobre STF: 'desqualificado'


‘Aquarius’ é eleito melhor filme estrangeiro em prêmio francês

Sônia Braga no filme 'Aquarius', de Kleber Mendonça Filho (VEJA.com/Divulgação/Divulgação)

Aquarius, dirigido por Kleber Mendonça Filho e protagonizado por Sônia Braga, foi eleito o melhor filme estrangeiro pelo Sindicato Francês da Crítica de Cinema (Syndicat Français de la Critique de Cinéma), nesta segunda-feira. O filme, que concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes, relata os problemas da especulação imobiliária no Brasil, personificados na última moradora de um pequeno edifício na avenida Boa Viagem, no Recife, que resiste sair do imóvel condenado à demolição para dar lugar a um grande edifício. Recebeu o prêmio de melhor filme francês Elle, de Paul Verhoeven. Como melhores obras-primas ficaram com os prêmios Diamant Noir, de Arthur Harari, na categoria nacional, e Dogs, do romeno Bogdan Mirica, na estrangeira. O prêmio, criado em 2006 e concedido por jornalistas especializados, escolheu também como melhor filme “singular” francófono La Forêt de Quinconces, de Grégoire Leprince-Ringuet, e como melhor curta-metragem L’âge des Sirènes, de Héloïse Pelloquet.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário