ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Ituaçu: Fábrica de cimento é incendiada após suposta `provocação´ de filho de empresário

Adab vai implantar primeira biofábrica de controle biológico na Bahia

Moradores da Comunidade de Pau de Colher clamam pela recuperação de estrada vicinal

Correios vão permitir rastreio de encomendas em tempo real

Brumado: Previsão aponta baixa umidade do ar nesta quinta-feira (22)

Brumado: Atendendo à mais uma grande necessidade, tomógrafo é instalado no HMPMN

Meteoro: Após clarão, objeto não identificado é encontrado por moradores na Bahia

‘Não me julgue’ rebate Carla Perez ao ser criticada por desfilar no Carnaval mesmo sendo evangélica

'Estou candidato', diz Lula ao lançar pré-candidatura em BH

Apagão interrompe partida entre Vitória e Jacuipense pelo Campeonato Baiano

Prefeito declara que Av. Lindolfo Brito receberá nova infraestrutura

Brumado: Banda brumadense `The Luxo´ grava clipe e viraliza na Web

Zé Raimundo quer agilizar entrega de títulos de imóveis nas Urbis conquistenses

STJ aceita denúncia, Mário Negromonte vira réu e é afastado do TCM

Campo do São Félix irá ser otimizado pela Prefeitura Municipal visando ser uma alternativa para o ‘Gilbertão’

RotSat: contrate o rastreamento de seu veículo ou de sua frota onde você tem confiança e qualidade

Salvador: Clarão é visto no céu; astrônomos falam em meteoro

Central das Carnes irá inaugurar sua nova loja na cidade de Livramento de Nossa Senhora

Brumado: MEC aprova implantação de curso de medicina no município

Time do Feirense em luto: Esposa de Gerson treinador do clube tem morte súbita em Brumado


Arma falha 3 vezes e repórter da Globo escapa da morte; 'Deus me deu o livramento', declarou

Nathália Dielú teve o carro levado por quatro homens armados quando andava no Centro de Recife (Foto: Reprodução)

A repórter Nathália Dielú, da Globo Nordeste, sediada em Recife, passou por um susto na última segunda-feira (9). Ela foi assaltada por quatro homens armados e teve o seu carro e pertences levados. Nas redes sociais, Nathália relatou o caso e contou que andava pelo centro da capital pernambucana quando os criminosos a abordaram de forma violenta. Ela lembra que eles atiraram três vezes, mas que em todas a arma falhou.“Em nenhum momento pedi nada nem reagi, mas ele (um dos assaltantes) quis olhar nos olhos e dizer que tudo ia passar. Eles discutiram entre si, tentaram atirar, mas os olhos daquele garoto jamais vão sair da minha mente”, escreveu. “Tentaram disparar três vezes, mas a arma falhou. Nas três vezes. Deus me guardou, me amparou. Entendi o recado: tenho muito a fazer nessa vida ainda. Estou agradecida, ao mesmo tempo que sinto o corpo arrasado. Mas no fim, tá tudo bem. Tou viva. Viva!”, continuou. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário