ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Serviço de Internação Domiciliar é implantado no município

Livramento: Advogado acusa PM de agressão com soco no rosto

Brumado: Agentes de trânsito estacionam motocicleta em local proibido; motoristas reclamam

Ortopedia na Clínica Master com Dr. Márcio Rios

Motorista embriagado provoca acidente grave com motociclista em Livramento

Salvador: Carro atropela 15 pessoas em Itapuã; veículo tem várias multas por excesso de velocidade

Cármen suspende posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho

Gasolina sobe 19,5% em seis meses e já beira os R$ 5 em algumas cidades

Salvador: Criança de dois anos baleada na cabeça e está em estado gravíssimo

Transplante de fezes é testado contra a obesidade

Cipe-Chapada prende homem com revólver, drogas e dinheiro em Milagres

WhatsApp vai lançar nova versão; veja as mudanças

Como a Bahia virou uma potência mundial do marketing político

Após ser espancada, mulher denuncia o marido e posta foto do rosto no Whatsapp

Bahia estreia neste domingo no Baianão sem três titulares

O Congresso poderá votar ainda no primeiro semestre projeto que regulariza o funcionamento de cassinos no Brasil

Efeito Waack: Globo cobrará multa milionária de contratado em 'comportamento anti-ético'

Violência em Itapetinga: Adolescente é executado e outro morre em confronto com a PM

Mais de 1,4 mi de eleitores ainda não fizeram biometria na BA; prazo termina dia 31

Haddad sugere que Viagra passa a ser vermelho para homenagear 'T' de Lula pelo Brasil


Mundo: Pesquisadores descobrem um novo órgão do corpo humano

Foto: Kaushik Ghosh / Getty Images

Mesentério é o novo orgão do corpo humano descoberto por Cientistas da Irlanda. O órgão era considerado anteriormente como um ligamento do aparelho digestivo, no entanto, o pesquisador do University Hospital Limerick, na Irlanda, J. Calvin Coffey, publicou um artigo científico na The Lancet Gastroenterologt & Hepatology, reclassificando o ligamento como órgão. O mesentério está localizado no sistema digestivo, conectando o intestino ao abdômen. De acordo com o Huffington Post, Coffey espera que a reclassificação poderia ser a chave para o tratamento de problemas abdominais e digestivos, com cirurgias menos invasivas, recuperação mais rápidas e procedimentos mais baratos. A função exata do novo órgão ainda está sendo pesquisada.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário