ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Modelo brumadense realiza sonho de desfilar na São Paulo Fashion Week

Maetinga: Motorista de 36 anos morre em capotamento na BA-263

Lagoa Real: Idoso morre carbonizado após tentar apagar fogo em lavoura

Perseguição policial na BR-116 termina com 200 kg de maconha apreendidos em Conquista

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Primeira missa a Santa Dulce dos Pobres leva milhares de fiéis à Salvador

Livramento de Nossa Senhora: Jovem de 29 anos é morto a facada durante briga com amigo

Brumado: Recém-nascido com problemas respiratórios é transferido de UTI aérea para Salvador

Com máscara de oxigênio suja, hospital usa copo descartável como substituto e reanima bebê

Idosa de 75 anos dá a luz a um bebê; pai da criança tem 80 anos

Brumado: 'A situação política está muito favorável para o PT', afirma ex-prefeito

Bahia: Tribunal de Justiça derruba liminar e restabelece uma única inspeção veicular por ano

Correios e Telebras entraram oficialmente no programa de privatizações

Brumado: Homem é preso por agredir a mãe, o padrasto e um vizinho no residencial Brisa 3

Brumado: Primeiro dia D de vacinação contra o sarampo acontece neste sábado (19)

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Adolescente é morto por quatro colegas de alojamento porque ‘se masturbava demais’

Crime aconteceu no Alagoas e os adolescentes estavam internados na clínica por envolvimento com drogas. (Foto: Reprodução)

Um adolescente de 12 anos foi encontrado morto em uma clínica de reabilitação na manhã de terça-feira (27) no município de Marechal Deodoro, região Metropolitana de Maceió, em Alagoas. Conforma apurado, Arthur Felipe foi morto na noite de segunda-feira (26) por asfixia, mas foram encontrados sinais de perfurações no corpo dele. “Um dos adolescentes que dividia o alojamento com a vítima disse informalmente a um policial que o Arthur tinha o hábito de se masturbar na frente dos colegas, o que incomodaria os demais”, explicou ao ‘G1’ o delegado Rodrigo Colombelli, responsável pelo caso. Ele dividia alojamento com outros quatro adolescentes, que foram levados para a delegacia para prestar esclarecimento. De acordo com o delegado, Arthur tinha sido internado devido a problemas com drogas, mas a mãe da vítima afirma que ele apresentava também problemas psiquiátricos. Ainda segundo Colombelli, os quatro adolescentes confessaram o crime na delegacia.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário