ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Rio de Contas: Caminhão carregado de lonas cai em ribanceira em curva da BA-148

Brumado: Uneb disponibilizará monitores para melhorar atendimento na pediatria do Hospital Municipal

Jovem acusa ter sido agredido por homofobia após descer de ônibus em Conquista

Alunos envenenam professora em sala de aula

Jovem de 20 anos é encontrado morto dentro de casa em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Tratamento do glaucoma e catarata deve retornar a partir de março, diz Sesau

Brumado: IBGE convida população para segunda reunião de planejamento e acompanhamento do Censo 2020

Ortopedia na Clínica Mais Vida com o especialista Dr. Ricardo Amâncio

Escolas de Brumado aderem a campanha contra desafio da rasteira

IBGE prevê safra na Bahia de 8,6 milhões de toneladas de grãos em 2020


Brumado: Mais um arrombamento registrado na cidade

O estabelecimento tinha um cão de guarda que não agiu, possivelmente, porque eram pessoas conhecidas (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

Os arrombamentos já voltaram a liderar os registros policiais na cidade, o que mostra que esta modalidade criminosa está tendo a preferência no “reino da malandragem”. Desta feita, nesta quarta-feira (27) o novo alvo foi uma empresa que comercializa materiais de construção que fica localizada numa das regiões nobres da cidade, a Av. Otávio Mangabeira. Segundo relatos obtidos pela equipe do 97NEWS, os arrombadores forçaram a janela do escritório e entraram no estabelecimento levando um aparelho de DVD, um carregador de celular, uma sanduicheira, diversas ferramentas e até um balde. Mas não parou por aí, pois além de eles levarem uma quantia de R$ 1,4 mil, foi subtraído na ação delituosa um macaco hidráulico, que vem tendo a preferência nos arrombamentos e furtos de estabelecimentos, pois vem sendo um instrumento muito útil nas tentativas de fugas dos custodiados da carceragem da 20ª Coorpin. Os funcionários do estabelecimento relataram que acharam muito estranho a facilidade como os arrombadores invadiram o local, pois um cão de guarda muito ágil e feroz vem espantando quem se aproxima. Na opinião deles era alguém do convívio do cão, o que reforça a suspeita dos autores serem gente que frequenta o escritório da empresa. A Polícia abriu investigação sobre o ocorrido.  



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário