ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Moradores pedem sinalização em cruzamento perigoso no bairro São José

Ituaçuense de apenas 9 naos passa de fase no The Voice Kids e emociona jurados ao cantar 'Folha Seca' de Amado Batista

BA-263: Quatro morrem e 10 pessoas ficam feridas em acidente com van e ônibus entre Belo Campo e Vitória da Conquista

PodoClin: Dicas para pular o carnaval com unhas e pés bem cuidados

Pré-candidato a prefeito de Brumado, Fabrício Abrantes lança plano de governo

Rio de Contas: Caminhão carregado de lonas cai em ribanceira em curva da BA-148

Brumado: Uneb disponibilizará monitores para melhorar atendimento na pediatria do Hospital Municipal

Jovem acusa ter sido agredido por homofobia após descer de ônibus em Conquista

Alunos envenenam professora em sala de aula

Jovem de 20 anos é encontrado morto dentro de casa em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumadenses desempregados há mais de um ano dizem estar sendo vítimas de injustiça nas obras do Parque Eólico

Os brumadenses se dizem injustiçados pela empresa que está construindo o Parque Eólico de Brumado (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

Mesmo alguns setores querendo “tapar o sol com a peneira” e admitir que Brumado foi uma das cidades que não foi afetada pela crise econômica, a realidade se mostra diferente, com vários casos que evidenciam uma queda em várias áreas. Duas situações que foram vistas como “tábua de salvação” tiveram uma grande reversão de expectativa. A primeira que foi a construção do Presídio, que já está em fase final, foi positiva, onde cerca de 200 trabalhadores brumadenses conseguiram emprego, mas, agora parte deles já engrossam a lista dos desempregados, pois vários serviços estão finalizados. A segunda e mais significativa, a construção do Parque Eólico de Brumado, que poderia gerar um grande número de postos de trabalho, também vem recebendo severas críticas de brumadenses. A reportagem do 97NEWS registrou um grupo de desempregados que não escondeu a indignação e ainda afirmou estar sendo vítimas de uma grande injustiça. Eles que estavam em frente ao SAC, numa espécie de protesto velado, garantiram que estão esperando as promessas de que serão contratados há mais de 5 meses, mas que, agora, eles perderam a paciência, já que estão há mais de um ano desempregados. Segundo eles o motivo da injustiça é que pessoas de outros municípios vêm sendo contratados, enquanto para eles, que são de Brumado, estão ainda na fila de espera. Eles ainda alegam que houve fraqueza por parte dos governantes locais em permitir que a empresa viesse para Brumado e agisse da forma que quisesse, fazendo as contratações sem os critérios de beneficiar os brumadenses. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário