ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Cipe-Chapada prende homem com revólver, drogas e dinheiro em Milagres

WhatsApp vai lançar nova versão; veja as mudanças

Como a Bahia virou uma potência mundial do marketing político

Após ser espancada, mulher denuncia o marido e posta foto do rosto no Whatsapp

Bahia estreia neste domingo no Baianão sem três titulares

O Congresso poderá votar ainda no primeiro semestre projeto que regulariza o funcionamento de cassinos no Brasil,

Efeito Waack: Globo cobrará multa milionária de contratado em 'comportamento anti-ético'

Violência em Itapetinga: Adolescente é executado e outro morre em confronto com a PM

Mais de 1,4 mi de eleitores ainda não fizeram biometria na BA; prazo termina dia 31

Haddad sugere que Viagra passa a ser vermelho para homenagear 'T' de Lula pelo Brasil

Cristiane Brasil é autorizada pelo STJ para assumir o Ministério do Trabalho

BR-430: Motoqueiro é atingido por caminhão e tem morte instantânea na região de Caetité

20 de janeiro: Brumadenses irão comemorar o `Dia de São Sebastião´ patrono de Brumado

Jornalista global se demite após 18 anos para investir em bitcoin

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 15 milhões hoje (20)

Instrumentos que foram roubados de Caetano Veloso são recuperados pela Polícia

Governo da Bahia divulga resultado provisório de concurso para soldado da PM

Barreiras: Pai é suspeito de agredir filha com machado após ela reagir a tentativa de abuso

Olha o Gás: Petrobras reduz preço de gás industrial e comercial em 6,3% a partir de sábado

Brumado: Confira a programação do `Verão Vip 2018´


Brumado: Terceirizados do Estado fazem manifestação e deflagram greve

A manifestação saiu do CEEP em rumo ao CEB e ao Getúlio Vargas (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

Um movimento grevista que já estava sendo realizado em todo o Estado da Bahia, mas que somente agora foi iniciado em Brumado na manhã desta quarta-feira (30) deve causar a interrupção das aulas no CEB, CEEP e Getúlio Vargas.  Funcionários das empresas terceirizadas do Estado, Sandes, Basetec e Contrate se uniram e iniciaram uma manifestação no CEEP (antigo Modelo) por volta das 08h. Munidos de cartazes e carregados de insatisfação (foto abaixo) eles farão uma caminhada que irá sentido CEB e depois terminará no Getúlio Vargas, onde haverão mais protestos. A equipe do 97NEWS ouviu as funcionárias Zelita Maria dos Santos e Eliene da Silva Santos (Contrate) e Maria da Conceição (Sandes), as quais disseram que a situação do atraso de salários é repetitiva e que são colocadas novas empresas, mas o problema vem é piorando. Revoltados os manifestantes exigem respeito por parte das empresas, que segundo os funcionários vem promovendo um grande descaso com a situação, deixando eles como caloteiros, já que as cobranças se avolumam. Alguns relatam que já estão com falta de alimentos em casa, energia e água cortada e que a paciência esgotou. 

(Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário