ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia acumula prejuízo de R$ 8,3 bilhões por conta da seca

Diocese de Caetité promoverá seminário com a temática 'Fake News e Jornalismo da Paz'

Bandidos levam 15 cabeças de gado nelore de fazenda na divisa entre Brumado e Aracatu

Brumado: Associação de Moradores do Bairro São José realiza festa em alusão ao Dia das Crianças

Sala do Empreendedor de Brumado será modelo para a implantação na cidade de Dom Basílio

Mesmo com derrota, Brumado se classifica para as oitavas de final do Intermunicipal 2018

Portaria redefine sessões do legislativo brumadense devido a feriados de novembro

Brumado: mulher é presa com substância análoga à cocaína em residência no Bairro Baraúnas

Colisão entre moto e ônibus causa a morte de jovem motociclista em Paramirim

Presidente do Legislativo de Brumado comemora as grandes conquistas para Samambaia e região

Fim da reeleição e união do pleito pode fazer com que mandatos de prefeitos e vereadores sejam prolongados até 2022

Homem natural de Caetité ganha R$ 500 mil na Tele Sena

Cão farejador ‘Zeus’ é o novo símbolo do combate ao tráfico em Brumado e região; em nova ação 2kg de substâncias possivelmente entorpecentes foram apreendidos

Brumado: Homem tenta agredir companheira, mas acaba levando uma facada; caso ocorreu no centro da cidade

Brumado: Previsão aponta semana com sol e algumas nuvens; não chove

Sistema de monitoramento impede arrombamento de residência no Bairro Monsenhor Fagundes

Quando devo procurar um Endocrinologista Pediatra?

Brumado: Polícia apreende homem por tráfico de drogas no bairro São Felix

Conquista: Três são presos em aeronave usada no transporte de drogas; pistola e R$ 7 mil são achados

Rui Costa critica fala do filho de Bolsonaro sobre STF: 'desqualificado'


E agora José?: Dilma vai bloquear R$ 10 bi do orçamento federal, diz Planalto

(Foto: Reprodução)

A presidente Dilma Rousseff (PT) vai editar um decreto para contingenciar mais de R$ 10 bilhões do Orçamento da União na próxima segunda-feira (30). De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, a medida acontece em razão do Congresso Nacional não ter votado ainda a alteração da meta fiscal para este ano. Os gastos afetados pelos cortes ainda não foram divulgados, mas um relatório de receitas e despesas do Orçamento, enviado no último dia 20 pelo governo ao Congresso, alertava para o risco de "graves consequências para a sociedade", como a interrupção de serviços públicos em caso de um novo contingenciamento de despesas, de acordo com o G1. A situação pode ser revertida se o Congresso aprovar a mudança da meta fiscal para um déficit de até R$ 119,9 bilhões. A expectativa do governo era que isso acontecesse na quarta-feira (25), mas a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e do banqueiro André Esteves impediu a votação da matéria. De acordo com um posicionamento do Tribunal de Contas da União (TCU), se o Congresso Nacional não aprovar a revisão da meta fiscal, o Executivo fica a obrigado a bloquear as verbas discricionárias - não obrigatórias. O governo espera que o Legislativo analise a revisão na próxima semana. O Planalto informou que uma nota técnica será divulgada pelo governo na próxima segunda com as explicações e detalhes do novo contingenciamento no Orçamento. Segundo o Ministério do Planejamento, o corte consiste em retardar ou inexecutar parte da programação de despesas previstas na Lei Orçamentária.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário