ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Gabriel Jesus erra pênalti, e Brasil perde para Argentina com gol de Messi

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

PM apreende munições e pólvora para arma de fogo em Tanhaçu

Fabrício Abrantes é o novo presidente do Democratas em Brumado

Previsão do tempo para feriadão é de céu claro com possibilidades de chuvas isoladas em Brumado

Policiais baianos recebem R$ 40 milhões em prêmio nesta quinta (14)

Conquista: Policia Civil diz que motorista de aplicativo e estudante foi morto a mando de traficante preso

Brumado: Com estimativa de renegociar dívidas, Prefeitura espera receber R$ 20 milhões

Conseg de Brumado visita instalações do Centro de Operações e Inteligência em Salvador

Pretos e pardos são maioria nas universidades públicas no Brasil, diz IBGE

Operação Proclamação da República reforça fiscalização nas rodovias federais da Bahia

Clínica Mais Vida-Endocrinologista destaca a importância de ampliação da atenção e conscientização sobre o Diabetes

Brumado: Cabeleireiro tem casa pichada no bairro do Hospital e teme ser possíveis ameaças

Brumado: Receita Federal e Ministério do Trabalho serão realocados para espaço da antiga Policlínica

Brumado: Após ter casa interditada, músico denuncia péssimas condições de casa alugada pela Prefeitura

Caetité: Operador morre após cair de pá carregadeira e ser atropelado pelo veículo

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados

Homem é preso suspeito de comercializar anabolizantes e drogas sintéticas em Conquista

Fã que planejava 'se vingar' da cantora Simaria é preso


PF deflagra operação contra crimes previdenciários em Conquista e em cidades vizinhas

(Foto: Reprodução)

A Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista/BA, juntamente com o Ministério da Previdência Social, deflagrou na data de hoje (28) a “Operação Malloy”, a qual desarticulou grupo criminoso que se utilizava de sindicatos rurais para fraudar benefícios previdenciários, em especial aposentadoria rural.Foram cumpridos 01 (um) mandado de prisão, 11 (onze) de busca e apreensão, 04 (quatro) de condução coercitiva, dentre outras medidas, nas cidades de Vitória da Conquista/BA, Anagé/BA, Ituaçu/BA e Barra da Estiva/BA, tendo como foco principal os Sindicatos dos Pequenos Produtores Rurais das respectivas cidades e seus representantes, além de servidor(es) do INSS. O modus operandi consistia na emissão fraudulenta de Declaração de Atividade Rural (de responsabilidade dos sindicatos), montagem de documentação falsa, além de orientação aos requerentes e testemunhas de como estes deveriam se portar ao requererem os benefícios indevidos. (ServCom . Polícia Federal)



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário