ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CREA realiza reunião regional em Brumado nesta segunda-feira (15)

Brumado goleia Uruçuca por 3X0 e dá passo importante para a classificação na próxima fase do Intermunicipal 2018

Semana começa com céu nublado em Brumado, temperaturas em queda e previsão de chuvas

Brumado: 21ª Edição do 'Sudoeste Criança' é realizado na Praça da Prefeitura; o domingo foi de lazer

Feira de Santana: Homem joga filho com pés e mãos amarradas em açude

Parceria entre Sebrae, RHI Magnesita e InterCement fomentará a valorização da prestação de serviços a nível local

Brumado: Homem tem carro roubado no bairro São Felix

Promoção ligou Locar Rápido, ganhou!

Querendo convencer os eleitores da Bahia, Bolsonaro promete conclusão das obras da Fiol

'O youtuber errado para seu filho pode gerar fobias', alerta psicóloga

Homenagem ao Dia do Professor

Eleitores podem emitir certidão de quitação eleitoral no site do TSE a partir de hoje (15)

'Brasil tem que abraçar todas as religiões', diz Haddad ao criticar Bolsonaro

Apostador sortudo ganha sozinho prêmio de R$ 27 milhões da Mega-Sena

A sua noite de domingo fica mais saborosa com as pizzas do Rey do Dellivery

Aracatu: veículo roubado em São Paulo é recuperado pela Polícia

Conquista: pequena plantação de maconha é encontrada pela polícia; jovens acabaram sendo detidos

Com dois de Vinícius, Bahia supera a retranca do Paraná e vence após cinco jogos

Vitória enfrenta a Chapecoense em 'jogo do ano' para o Leão

Menino de 4 anos morre afogado em piscina de hotel em Rio de Contas; o corpo foi trazido para o IML de Brumado


Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia admite que vai ter que colocar o 'pé no freio'

(Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Eserval Rocha, já recebeu o comunicado oficial do governador Rui Costa (PT) de que terá que se adequar ao orçamento já previsto na Lei Orçamentária deste ano e informou que já estuda formas de se adequar com os recursos que tem. O chefe do Poder Judiciário, desde que assumiu a presidência, já tinha tomado medidas com o objetivo de cortar gastos considerados excessivos, inclusive, alvos de ações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Estamos estudando [contenção de despesas]. Isso é uma coisa que começa e não termina. Isso é constante. A administração tem que acompanhar as necessidades”, disse, em entrevista na sede do Tribunal de Contas do Estado, durante posse do novo conselheiro Marcos Presídio. Eserval Rocha se encontrou com o governador nesta segunda-feira (30), mas informou que o assunto discutido não foi só o repasse de verbas. “Tivemos discutindo a situação de uma forma global, das dificuldades que passam não o Executivo ou o Judiciário, mas o Estado da Bahia. Realmente, há uma dificuldade muito grande no que diz respeito à arrecadação de tributos. Se cai a arrecadação de impostos, cria dificuldade orçamentária para todos os poderes”. Apesar das dificuldades no orçamento, o chefe do TJ-BA garante que os investimentos no Judiciário baiano estão mantidos. “Em termos de investimentos, o Tribunal não tem nenhum problema. Muito pelo contrário, todos têm conhecimento das inúmeras obras que temos em andamento. A questão orçamentária é geral. E o Tribunal de Justiça não poderia estar diferente. Essa situação está sempre a se agravar em vista dos eventos como reajuste dos servidores, Plano de Cargos e Salários, e o PCS, realmente, é um problema para o Tribunal de Justiça, e o aumento dos magistrados”, disse, ao negar atraso nos salários e creditou a um problema técnico que não gerou a folha de pagamento dos funcionários, mas o problema seria resolvido ontem mesmo.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário