ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CREA realiza reunião regional em Brumado nesta segunda-feira (15)

Brumado goleia Uruçuca por 3X0 e dá passo importante para a classificação na próxima fase do Intermunicipal 2018

Semana começa com céu nublado em Brumado, temperaturas em queda e previsão de chuvas

Brumado: 21ª Edição do 'Sudoeste Criança' é realizado na Praça da Prefeitura; o domingo foi de lazer

Feira de Santana: Homem joga filho com pés e mãos amarradas em açude

Parceria entre Sebrae, RHI Magnesita e InterCement fomentará a valorização da prestação de serviços a nível local

Brumado: Homem tem carro roubado no bairro São Felix

Promoção ligou Locar Rápido, ganhou!

Querendo convencer os eleitores da Bahia, Bolsonaro promete conclusão das obras da Fiol

'O youtuber errado para seu filho pode gerar fobias', alerta psicóloga

Homenagem ao Dia do Professor

Eleitores podem emitir certidão de quitação eleitoral no site do TSE a partir de hoje (15)

'Brasil tem que abraçar todas as religiões', diz Haddad ao criticar Bolsonaro

Apostador sortudo ganha sozinho prêmio de R$ 27 milhões da Mega-Sena

A sua noite de domingo fica mais saborosa com as pizzas do Rey do Dellivery

Aracatu: veículo roubado em São Paulo é recuperado pela Polícia

Conquista: pequena plantação de maconha é encontrada pela polícia; jovens acabaram sendo detidos

Com dois de Vinícius, Bahia supera a retranca do Paraná e vence após cinco jogos

Vitória enfrenta a Chapecoense em 'jogo do ano' para o Leão

Menino de 4 anos morre afogado em piscina de hotel em Rio de Contas; o corpo foi trazido para o IML de Brumado


Que mundo é esse?: Bebê de pouco mais de 1 ano morre após engolir 12 pedras de crack da própria mãe

(Foto: Reprodução)

Uma tragédia chocou os moradores do Paraná na última semana. Um bebê de um ano e quatro meses engoliu 12 pedras de crack da mãe e morreu. De acordo com matéria publicada pelo site R7, a criança ficou internada em coma durante onze dias no Hospital Pequeno Príncipe, na capital paranaense. O corpo foi liberado no período da tarde pela avó materna no IML (Instituto Médico Legal) de Curitiba. A mãe admitiu que a droga ingerida pelo filho pertencia a ela. Ainda segundo a publicação, que a criança pegou a droga do lado da cama. A mãe da criança, que não teve o nome divulgado, tem passagens por receptação e segundo a polícia, há duas semanas vinha traficando crack. Ela foi presa e será indiciada por abandono de incapaz e maus-tratos. O corpo da criança foi velado em Paranaguá, litoral paranaense.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário