ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus

Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus

Brumado: Enfermeira aposentada acusa financeira de cobrar por dois empréstimos que não fez

Roberto Jefferson, Luciano Hang, deputado estadual de SP e blogueiro são alvos de operação

Urandi: Sobe para 65 o número de casos de Covid-19, o novo coronavírus

Brumado: Juiz determina afastamento de enfermeira do Hospital Municipal que está grávida e faz parte do grupo de risco

Endocrinologista da Clínica Mais Vida destaca cinco dúvidas frequentes de diabéticos sobre o COVID-19

Grávida entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura da GCM

Pesquisadores criam curativo inteligente que inibe a propagação de bactérias

Bahia tem 305 novos casos de Covid-19 e total ultrapassa 14 mil; nº de mortes sobe para 477

Mutações registradas do coronavírus não são benéficas ao vírus, diz estudo

OMS prevê pandemia seguindo em 'ondas recorrentes'

Dono da Havan é condenado por divulgar fake news contra reitor da Unicamp

Sesab identifica crescimento de 815% nos casos de chikungunya na Bahia


Brumado: 'Barreira sanitária fica inviável devido a quantidade de acessos no município', afirma secretário de saúde

Barreira sanitária em Guanambi - Foto: Manu Nunes l 97NEWS

Desde que iniciou o número de casos do novo coronavírus (Covid-19) no Estado da Bahia, municípios como Caetité, Guanambi e Malhada de Pedras, iniciaram suas barreiras sanitárias. Motoristas que tentam entrar nas cidades, passam por uma verificação, na qual prevê se estão com os sintomas do Covid-19, como febre, gripe e problemas respiratórios. Estas medidas fazem parte de Decretos municipais, que inclusive solicitam o fechamento de parte dos comércios locais. Em Malhada de Pedras, a 40 km de Brumado, barreira montada desde o mês de março na entrada, motoristas passam por triagem. Agentes de saúde fazem monitoramento da temperatura do corpo com termômetro infravermelho. O monitoramento maior são nas pessoas que chegam de outros municípios da região. Em Brumado, este tipo de ação ainda não é realizada e vários questionamentos surgiram a Secretaria de Saúde (Sesau) do município. Em entrevista ao 97NEWS, o secretário de saúde, Claudio Feres salientou que fica inviável realizar barreiras nas entradas da cidade. A argumentação, segundo o secretário, são os inúmeros acessos que o município possui na zona rural. "O município tem vários acessos, e nós fizemos um calculo, Brumado teria que ter no mínimo cinco equipes trabalhando, e não temos efetivo para isso. Sei que alguns municípios tem feito essas barreiras, fomos cobrados sobre isso, mas não temos tantos profissionais assim", informou. 

Barreira sanitária em Malhada de Pedras - Foto: Luciano Santos l 97NEWS

De acordo com o secretário, com a demanda de profissionais na área de saúde, ele solicitou da 19ª Dires de Brumado um apoio, realocando servidores da Base Operacional de Saúde (BOS) para o município, mas o pedido foi negado. "Fiquei sabendo que profissionais da Dires daqui estavam sendo enviados a Vitória da Conquista para o combate a pandemia lá. Então de imediato, solicitei da diretora local, que deixassem esses profissionais aqui em Brumado para uma possível barreira. mas infelizmente a resposta que eu tive foi que eles estão levando os profissionais para o município vizinho", lamenta Claudio. Conforme o secretário, com acessos em comunidades rurais como: Samambaia, Tamboril, Campo Seco 2, Vila Presidente Vargas, Arrecife, Cristalândia e Itaquaraí, seria necessário uma equipe enorme para fechar essas entradas e criar barreiras de proteção. Ele ainda informou sobre o transporte clandestino que utilizam desses acessos para transportar passageiros de outros Estados. "Inclusive tivemos uma denúncia que um ônibus de São Paulo, entrou pelo distrito de Ibitira e saiu dentro de Ubiraçaba. Então é difícil", esclarece o secretário de saúde.



Comentários

  • Maura Matos

    "Que faça como a Cidade de Anagé, a Prefeitura fechou as entradas com onibus e/ou micro ônibus escolares, se não estou enganada, ficaram somente dois acessos à cidade.. Brumado não tem mais que meia-duzia de acessos, não ficaria difícil este controle. "

  • Carlito

    "Já deveriam estar fazendo a mais de um mês ,tem GM ,PM e funcionários do trânsito que deveriam estar fazendo isso , pois não tem muito o que fazer exceto na saúde ."

  • Otavio augusto de faria filho

    "Onde esta sendo utilizado os 800 mil que o governo enviou para ser usado na pandemia "

Deixe seu comentário