ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Prefeitura convoca auxiliares administrativos e de serviços gerais para suporte no atendimento ao coronavírus

Coronavírus: Sobe para 114 mortes e 3.904 casos confirmados no Brasil, revela Ministério

Guanambi: Em novo decreto, prefeitura permite abertura de vários estabelecimentos comerciais

Clínica Mais Vida estará realizando atendimentos de urgência e emergência

Número de casos 'suspeitos' de coronavírus em Brumado continua subindo

Brumado: Empresários pedem reabertura do comércio em petição on-line

Brumado: Gestante internada na UTI do Hospital PMN testa negativo para Covid-19 e H1N1, diz secretário

Quarentena X Isolamento social: entenda a diferença

Entidades se unem e pedem que população 'fique em casa respeitando recomendações'

Covid-19: Para cortar custos, empresas de Brumado pretendem reduzir quadro de funcionários nos próximos 90 dias

Covid-19: Maior parte de infectados na Bahia tem entre 30 a 39 anos; mulheres estão entre a maioria

Médico que prometia 'soro potente' para evitar coronavírus é interditado pelo Cremeb

Bahia: Mais de 800 presos são soltos por causa do coronavírus

Coronavírus: Estudo aponta que sem isolamento, Brasil pode ter até 1 milhão de mortes com a Covid-19

Brumado: Sobe para 147 casos suspeitos da Covid-19 no município

18ª Ciretran tem atendimento presencial suspenso em Brumado

Embasa suspende corte do fornecimento de água nos casos de falta de pagamento

Covid-19: Prefeito e secretário de saúde de Brumado participam de videoconferência com Rui Costa

Programa de Datena sai do ar enquanto falava sobre efeitos da Cloroquina no combate ao coronavírus

Produtores de cachaça vão doar 70 mil de litros de álcool ao SUS


PF fez buscas em Minas após ameaça de atentado a Jair Bolsonaro

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Polícia Federal cumpriu no domingo (1º) dois mandados de busca e apreensão, nas cidades mineiras de Três Corações e Alfenas. As ordens foram expedidas pela Justiça Federal e apuram crime contra a segurança nacional a partir de ameaças, publicadas nas redes sociais, contra o presidente Jair Bolsonaro. A investigação teve início após um homem ser detido, na última sexta-feira (29), por ter postado, em rede social, fotos e vídeos de suposto plano de atentado contra o presidente. Bolsonaro estava em visita oficial à Escola de Sargentos das Armas de Três Corações. Ele participou da solenidade de formatura do curso de sargentos. O suspeito trabalhava como terceirizado na ESA e aparecia em vídeos postados em redes sociais. O crime investigado tem pena de 3 a 10 anos de reclusão. A investigação tramita em segredo de Justiça.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário