ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Morre aos 73 anos, uma das personalidades mais conhecidas de Brumado: 'Zé Borracheiro'

Quatro motoristas de aplicativos são torturados e assassinados na Bahia

Brumado: PETO apreende jovem com corrente de ouro roubada e drogas no bairro Baraúnas

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: Em visita a comunidade de Campo Seco, Fabrício Abrantes diz que vai priorizar a zona rural

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista


Brumado: Consumidores reclamam de descontos pequenos na Black Friday

Foto: Manu Nunes l 97NEWS

Descontos pequenos frustraram as expectativas de muitos consumidores que foram às compras em lojas de Brumado na Black Friday da última sexta-feira (29). As principais reclamações foram a maquiagem nos descontos, como por exemplo: mudança nos preços um mês antes, poucos funcionários para atender a demanda e menor número de itens ofertados. As empresas com mais irregularidades são as grandes redes de móveis e eletrodomésticos. Além da sensação de que as lojas tenham aumentado o valor dos produtos e serviços algumas semanas ou dias antes para retornar ao preço original na Black Friday e iludir o consumidor como se fossem grandes descontos, clientes relatam também que há muita propaganda em algumas lojas, mas poucos produtos que realmente estão na oferta. E isso é o que conta a Beatriz Oliveira que foi as lojas do centro para tentar comprar itens em ofertas. "Existe sim uma diferença de preço em algumas lojas, mas em outras é apenas a [Black Fraude], então a gente tem que ter bastante atenção, porque as vezes não é o que parece e o consumidor acaba pagando pelo mesmo preço de antes", alerta a dona de casa. Marcio Ricardo que trabalha no setor de mineração afirmou que algumas lojas colocam no banner na frente dos estabelecimentos que dão até 70% de descontos, mas a realidade é outra. “As lojas fazem propaganda como se o desconto fosse em muitos produtos, mas você chega lá e é só em alguns poucos, e nos menos populares”, diz. 

Foto: Manu Nunes l 97NEWS

Os descontos pequenos que frustram as expectativas dos consumidores foram recorrentes, assim como ocorreu com Carolina Medeiros, na Avenida Antônio Mourão Guimarães. “Estava esperando a Black Friday para comprar uma televisão, mas não senti diferença nos preços. Estou pesquisando há três meses”, afirma a consumidora. Consumidores que pesquisam os valores de um produto específico há mais tempo tendem a comprar pela internet, que tem oferecido melhores ofertas, mas quando vão às lojas físicas para “dar uma olhadinha”, acabam levando outras coisas que não eram seu objetivo, mesmo que o desconto não seja relevante. O motorista Luis Gama comprou um celular pela internet e, mesmo percebendo que as condições de compra eram melhores, saiu de uma loja varejista da Rua Dr. Mário Meira, Centro com mais sacolas do que esperava. "Resolvi dar uma olhada, gostei de alguns preços e como você vê, estou com sacolas cheias", disse o motorista. Mesmo aqueles que identificam diferença nos preços admitem que isso é difícil de encontrar na prática, como conta a dona de casa que foi comprar sapatos. “Notei muita diferença nos preços, algo em torno de 50% do valor, mas não é em todas as lojas. É bem relativo”, conta. Quem conseguiu comprar algo com descontos, pagou menos por itens que fora da Black Friday estão bem acima do orçamento dos consumidores.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário