ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Botijões de gás são flagrados sendo transportados irregularmente

PRF resgata aves silvestres transportadas irregularmente em bagageiro na BR-116 de ônibus

Conquista: Manifestantes lotam frente do Fórum da cidade e pedem justiça pela morte do estudante e motorista de aplicativo

Brumado: Superintendente de Trânsito desmente situação de 'bullying' na SMTT

Brumado: Moradores da Vila Presidente Vargas denunciam envenenamento de gatos

Brumado: Bandidos entram em residência e levam R$ 2 mil em joias no bairro Ginásio Industrial

Jovem morre em acidente de moto na zona rural de Aracatu

Carga com mais de 3 toneladas de maconha é apreendida pela PRF na BR-116

Brumado: Após tentar disparar contra PM, suspeito acaba sendo alvejado próximo à Prefeitura

Incêndio florestal em Rio de Contas é controlado por bombeiros

Novembro Azul: Pax Nacional apoia esta ideia

Acusados pela morte do estudante de odontologia e motorista de aplicativo são presos em Vitória da Conquista

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

Família procura por aracatuense, desaparecido há 7 dias

Grave acidente entre os municípios de Tanhaçu e Ituaçu deixa uma vítima fatal na BA-142

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Conseg apresenta projetos em combate a violência contra a mulher

Tremor de terra assusta moradores de cidades do interior do Estado

Inep proíbe o uso de celular a aplicadores do Enem

Mãe é presa suspeita de jogar água quente na filha de 16 anos durante briga


Após pente-fino do Governo, INSS economiza mais de R$ 4 bilhões

Foto: Luciano Santos l 97News

Em pouco mais de oito meses de força-tarefa, o INSS já suspendeu ou cancelou definitivamente o pagamento de 254 mil benefícios com indícios de fraude ou outras irregularidades, segundo o jornal Estadão. Pessoas mortas que continuavam recebendo os valores mensais e servidores estaduais e municipais que ganhavam o benefício assistencial voltado à baixa renda são as irregularidades mais comuns. A economia com os cancelamentos chega a R$ 4,37 bilhões anuais. Ao editar a Medida Provisória antifraude, em janeiro deste ano, o governo projetava uma economia de pouco mais de R$ 10 bilhões neste ano. Os dados não incluem o pente-fino nos benefícios por incapacidade (como aposentadoria por invalidez e auxílio-doença), cujas perícias estão sendo conduzidas pela Secretaria de Previdência. Por isso, a economia pode ser ainda maior. O governo ainda espera poupar outro R$ 1,3 bilhão ao ano com a redução dos pagamentos de benefícios após a morte do segurado. Até agora foram identificados 4,7 mil funcionários públicos praticando a fraude. Desses, mil já tiveram o benefício suspenso e outros 3,7 mil terão o pagamento cancelado nos próximos dias. O INSS cruzou suas informações com a base de dados de sete Estados que colaboraram para a operação. Nos processos com indícios de irregularidade, 92,5% dos casos tiveram a fraude confirmada, um índice considerado extremamente alto pelo órgão. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário