ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus

Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus

Brumado: Enfermeira aposentada acusa financeira de cobrar por dois empréstimos que não fez

Roberto Jefferson, Luciano Hang, deputado estadual de SP e blogueiro são alvos de operação

Urandi: Sobe para 65 o número de casos de Covid-19, o novo coronavírus

Brumado: Juiz determina afastamento de enfermeira do Hospital Municipal que está grávida e faz parte do grupo de risco

Endocrinologista da Clínica Mais Vida destaca cinco dúvidas frequentes de diabéticos sobre o COVID-19

Grávida entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura da GCM

Pesquisadores criam curativo inteligente que inibe a propagação de bactérias

Bahia tem 305 novos casos de Covid-19 e total ultrapassa 14 mil; nº de mortes sobe para 477

Mutações registradas do coronavírus não são benéficas ao vírus, diz estudo

OMS prevê pandemia seguindo em 'ondas recorrentes'

Dono da Havan é condenado por divulgar fake news contra reitor da Unicamp

Sesab identifica crescimento de 815% nos casos de chikungunya na Bahia


Após pente-fino do Governo, INSS economiza mais de R$ 4 bilhões

Foto: Luciano Santos l 97News

Em pouco mais de oito meses de força-tarefa, o INSS já suspendeu ou cancelou definitivamente o pagamento de 254 mil benefícios com indícios de fraude ou outras irregularidades, segundo o jornal Estadão. Pessoas mortas que continuavam recebendo os valores mensais e servidores estaduais e municipais que ganhavam o benefício assistencial voltado à baixa renda são as irregularidades mais comuns. A economia com os cancelamentos chega a R$ 4,37 bilhões anuais. Ao editar a Medida Provisória antifraude, em janeiro deste ano, o governo projetava uma economia de pouco mais de R$ 10 bilhões neste ano. Os dados não incluem o pente-fino nos benefícios por incapacidade (como aposentadoria por invalidez e auxílio-doença), cujas perícias estão sendo conduzidas pela Secretaria de Previdência. Por isso, a economia pode ser ainda maior. O governo ainda espera poupar outro R$ 1,3 bilhão ao ano com a redução dos pagamentos de benefícios após a morte do segurado. Até agora foram identificados 4,7 mil funcionários públicos praticando a fraude. Desses, mil já tiveram o benefício suspenso e outros 3,7 mil terão o pagamento cancelado nos próximos dias. O INSS cruzou suas informações com a base de dados de sete Estados que colaboraram para a operação. Nos processos com indícios de irregularidade, 92,5% dos casos tiveram a fraude confirmada, um índice considerado extremamente alto pelo órgão. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário