ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Universitários de Brumado fazem campanha para ajudar amiga com câncer

Polícia Militar apreende produtos falsificados em farmácia de Brumado

Delegado Arilano Botelho fala dos seus planos de trabalho à frente da 20ª Coorpin

Mal de Alzheimer: Cuidados essenciais para quem sofre com essa doença

Brumadenses superam a distância entre o sonho e a realidade do futebol feminino

Mineração de urânio da INB traz à tona memória de contaminação nos municípios de Caetité e Lagoa Real

Pax Nacional fecha parceria com faculdade Faveni

Chuva em Brumado surpreende moradores e ameniza temperatura no 'Sertão Produtivo'

Gás de cozinha aumenta nas distribuidoras a partir de hoje (22)

Brumado: PSD não deverá sair das mãos do advogado Thiago Amorim

Brumado: Projeto de Lei que prevê empréstimo de R$ 5 milhões volta à pauta do Legislativo

Auditoria vai apurar como 17 municípios baianos fizeram gastos em saúde

Apae de Brumado realizará assembleia geral ordinária para eleição da nova diretoria executiva

BA-148: Motociclista de 37 anos morre após sofrer acidente próximo ao distrito de 'Fazendinha'

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Rio de Contas

PodoClin, Podologia Avançada em Brumado

Brumado: Tempo continua quente na Região Sudoeste e pode chover na quinta-feira (24)

Modelo brumadense realiza sonho de desfilar na São Paulo Fashion Week

Maetinga: Motorista de 36 anos morre em capotamento na BA-263

Lagoa Real: Idoso morre carbonizado após tentar apagar fogo em lavoura


Prefeitos de Brumado e Vitória da Conquista defendem divisão do estado e querem 'Bahia do Sul'

Prefeito Herzem (Conquista) e Eduardo (Brumado) - Foto: Composição l 97NEWS

Se depender dos prefeitos de Brumado, Eduardo Vasconcelos (PSB) e Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), no sudoeste da Bahia, o Estado seria dividido em dois. Com 417 municípios, os dois gestores defendem a possibilidade da Bahia ser emancipada num território nas mesmas proporções da França. O assunto que vem sendo discutido há longos anos, voltou a ser destaque na mídia baiana. Em entrevista ao site Bocão News, Herzem Gusmão diz que tem apoio de vários prefeitos, entre eles o de Brumado, Eduardo Vasconcelos. “E quem sabe que a minha querida Vitória da Conquista fosse a Capital”, afirma o emedebista. O desejo existe, mas isso não se comenta no Palácio de Ondina, residência oficial do governador Rui Costa Santos. Para Gusmão, com o estado dividido haveria maior atenção a municípios distantes da capital assim como melhor arrecadação. “Vitória da Conquista e toda a região sudoeste arrecada 1,98% do ICMS do estado. Daí a necessidade da divisão e, criar a [Bahia do Sul]. A Bahia é grande demais. É do tamanho da França. Os governos do estado não enxergam o interior”, disse Herzem. 

Foto: Reprodução

Conforme o gestor, a Bahia é mesmo um estado muito grande, maior que alguns países. Portanto, uma divisão seria algo que beneficiaria os municípios do interior, em especial cidades pequenas e regiões que sofrem com a falta de infraestrutura, escolas, saneamento e empregos, devido à ausência do Estado nas regiões mais longínquas. "Existe uma proposta que defende dividir a Bahia em 3 Estados, que abrangeria Salvador, Recôncavo, Nordeste, Chapada e Norte do Estado; Santa Cruz ou Bahia do Sul, que englobaria o Sul, Extremo Sul e Sudoeste do Estado, tendo como opções para capital as cidades de Vitória da Conquista, Itabuna ou Porto Seguro e São Francisco, abrangendo toda a Região Oeste a partir do Rio São Francisco, cuja capital poderia ser Barreiras ou Luiz Eduardo Magalhães", relatou Gusmão, prefeito de Vitória da Conquista. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário