ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Segunda tentativa de homicídio é registrada em menos de 8 horas em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brasil registra mais de 35 mil mortes por covid-19 e ultrapassa mil óbitos nas últimas 24 horas

Homem de 40 anos é encontrado morto na zona rural de Guanambi

Covid-19: Brumado registra 47 casos confirmados, 28 em tratamento, um óbito e quatro pacientes internados

Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial

Brumado: Homem é alvejado com vários disparos de arma de fogo no bairro Santa Tereza

2ª parcela do vale-alimentação estudantil começa na segunda-feira (8)

Eclipse lunar acontece nesta sexta-feira (5) e pode ser acompanhado no Brasil

Brumado: MP abre inquérito para pacientes com Covid-19 que não estão cumprindo medidas de isolamento

Brumado: Confirmada primeira morte por coronavírus no munícipio

Brumado: Servidor público tem CPF cadastrado ilegalmente no auxilio emergencial do Governo Federal

Vacina brasileira contra a Covid-19 começa a ser testada em animais

Prints e conversas do whatswpp sem autorização judicial é ilegal

Sesab confirma 14.243 casos ativos da Covid-19 na Bahia; número de óbitos se aproximam de 800

Municípios baianos têm até dia 8 deste mês para informar gastos com pandemia

Prefeitura de Caetité lança programa de ajuda emergencial a artistas

RHI Magnesita mantém ciclo sustentável de alto impacto em Brumado

Bolsonaro publica MP que permite repasse de R$ 60 bilhões em ajuda a estados e municípios

Covid-19: Brumado passa a ter 28 casos ativos da doença e 1.335 notificações


Brumado: Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) e do vice

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Na manhã desta terça-feira (17), O juiz da 90ª Zona Eleitoral de Brumado, Genivaldo Alves Guimarães, cassou os diplomas do prefeito, Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) e do vice, Édio da Silva Pereira (PCdoB). O magistrado seguiu o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), que pedia a cassação de ambos. Segundo a decisão, Eduardo e Édio tiveram ainda seus direitos políticos suspensos por oito anos. A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) foi ingressada pelo MPE após as eleições municipais em 2016. “Por todo o exposto, julgo procedente o pedido, e, com fundamento no art. 14 e parágrafos, da Constituição Federal, e art. 22, XIV, da LC 64/90, aplico aos investigados Eduardo Lima Vasconcelos e Édio da Silva Pereira, atuais prefeito e vice-prefeito de Brumado, respectivamente, a pena de inelegibilidade para a eleição na qual foram diplomados, bem como para aquelas a serem realizadas nos oito anos subsequentes (Súmula nº 19 do TSE). Considerando que suas condutas ilícitas comprometeram a regularidade das eleições, afetando sua normalidade e higidez, e acarretando a ilegitimidade dos mandatos, com fundamento no art. 222 do Código Eleitoral declaro nulos os votos dados aos condenados, casso seus diplomas e, por consequência, seus mandatos”, sentenciou o juiz Genivaldo Guimarães. Por se tratar de eleições municipais, os efeitos da condenação não são imediatos e, por isso os políticos continuam exercendo seus cargos. A sentença agora precisa ser julgada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). (Veja o processo)



Comentários

  • Everaldo Alves Lima

    "É o papel da oposição não se conformar com o êxito da administração adversária, utilizando a maior parte do seu tempo, na busca em interromper um processo legal e satisfatório ao bem comum. Esta ação maligna da oposição se dá em todas as três esferas de governo. "

Deixe seu comentário