ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Motociclista vai parar em cima de picape após colisão na Otávio Mangabeira

Fim da exigência de simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir de hoje (16)

Brumado: Projeto que será apresentado na sessão da Câmara desta segunda (16) prevê readequação da Zona Azul

Brumado: Alunos de escolas municipais são premiados com medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática

Brumado: Com orçamento em R$ 211 milhões, prefeitura realiza plano orçamentário para 2020

Brumado: Defensoria Pública lançará cartilha 'sobre abordagem policial'

Exame Toxicológico é na Clínica Master

Homem morre e mulher é presa em ação que apreendeu 40 kg de drogas na cidade de Vitória da Conquista

Brumado: Prefeitura, CDL, MP, Legislativo e a Zadar se reunirão na quinta-feira (19) para resolução da Zona Azul

Romeiros viajam mais de 200 km a cavalo para visitarem o Santuário da Gruta da Mangabeira em Ituaçu

Confusão durante concurso da Prefeitura de Aracatu deixa candidatos revoltados

Governador da Bahia anuncia plano de pagar royalties do petróleo a municípios

Projeto da Coelba oferece desconto na compra de placas de energia solar

Brumadense Alípio Júnior é vice-campeão Sul Americano de fisiculturismo no Peru

Brumado: PM apreende homem e drogas no bairro do Mercado

Brumado: Menor é apreendido com entorpecentes no bairro São Jorge

Juiz entende legítima defesa e arquiva inquérito de brumadense que matou jovem de 22 anos em Bom Jesus da Lapa

Brumado: 34ª CIPM forma mais uma turma do Proerd

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumado: Há cerca de 7 anos sem uniformes, agentes de saúde dizem que categoria é 'humilhada'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Alguns Agentes Comunitários de Saúde procuraram a redação do 97NEWS para denunciar as condições de trabalho da categoria. As cobranças foram feitas por três servidores que alegam trabalhar a cerca de 7 anos sem uniforme e protetor solar. As denúncias relatam que os agentes são cobrados ainda pela falta de identificação na hora de visitar as famílias nos bairros. "Nós sofremos todos os dias quando realizamos visitas nas casas das famílias. Mesmo eu dizendo que sou agente de saúde, o morador exige uma identificação ou até mesmo uma camisa que prove que sou uma servidora, e eles tem razão, no mundo em que vivemos hoje, quem garante que não é um ladrão", lamentou uma agente. Segundo a categoria, eles se sentem humilhados pela administração municipal, pois segundo eles, a categoria vem lutando para que seja ao menos fornecido uniformes, que conforme eles, há quase sete anos, os agentes comunitários de saúde não recebem novas camisas para o trabalho. "Em alguns postos de saúde, os próprios profissionais confeccionam as suas fardas. O município está investindo muito em marketing e em coisa que não dá nem retorno. Queremos saber qual a questão pessoal que têm conosco”, questionou um agente que também preferiu não se identificar. Para ele, é importante que o agente esteja devidamente caracterizado para atendimento à comunidade. "Para se ter uma ideia, o nosso crachá desbotou de tanto sol. Se fazem camisas para vários eventos no município, distribuem revistas institucionais de altos valores, mas o investimento nos servidores que fazem a linha de frente das comunidades fica esquecido", almentou outro agente. Ainda de acordo com a categoria, para não sofrer uma doença de pele, eles são obrigados a custear do próprio bolso a compra do protetor solar. "Tanto as fardas como os protetores estão sendo custeados por nós. Só cabe registrar a nossa indignação”, disse o agente.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário