ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Motociclista vai parar em cima de picape após colisão na Otávio Mangabeira

Fim da exigência de simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir de hoje (16)

Brumado: Projeto que será apresentado na sessão da Câmara desta segunda (16) prevê readequação da Zona Azul

Brumado: Alunos de escolas municipais são premiados com medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática

Brumado: Com orçamento em R$ 211 milhões, prefeitura realiza plano orçamentário para 2020

Brumado: Defensoria Pública lançará cartilha 'sobre abordagem policial'

Exame Toxicológico é na Clínica Master

Homem morre e mulher é presa em ação que apreendeu 40 kg de drogas na cidade de Vitória da Conquista

Brumado: Prefeitura, CDL, MP, Legislativo e a Zadar se reunirão na quinta-feira (19) para resolução da Zona Azul

Romeiros viajam mais de 200 km a cavalo para visitarem o Santuário da Gruta da Mangabeira em Ituaçu

Confusão durante concurso da Prefeitura de Aracatu deixa candidatos revoltados

Governador da Bahia anuncia plano de pagar royalties do petróleo a municípios

Projeto da Coelba oferece desconto na compra de placas de energia solar

Brumadense Alípio Júnior é vice-campeão Sul Americano de fisiculturismo no Peru

Brumado: PM apreende homem e drogas no bairro do Mercado

Brumado: Menor é apreendido com entorpecentes no bairro São Jorge

Juiz entende legítima defesa e arquiva inquérito de brumadense que matou jovem de 22 anos em Bom Jesus da Lapa

Brumado: 34ª CIPM forma mais uma turma do Proerd

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Comerciantes debatem sobre impactos do estacionamento rotativo, em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A implementação do sistema de estacionamento rotativo Área Azul foi tema de um debate realizado na última quarta-feira (21) no auditório da 21ª Subseção da OAB, em Brumado. Empresários e membros da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) debateram sobre alguns assuntos, entre eles, valores cobrados, número de vagas e multas aplicadas pelos monitores. Segundo eles, após implantação do projeto, o número de clientes no comércio do Centro diminuíram cerca de 50%. Durante o encontro, os empresários questionaram o impacto que a mudança causará no comércio enquanto os motoristas se adaptam ao novo sistema de estacionamento. "E a nossa posição com relação a área azul, é que ela na verdade nos prejudicou bastante. Para se ter uma ideia, na primeira semana da implantação as nossas vendas caíram em média 50%. Esse impacto ao meu ver foi muito grande, na segunda semana nossas vendas foram para 40%. Hoje as vendas estão com 30%, menor do que era antes, comparando com os meses anteriores e o ano anterior de 2018", disse Wanderley Souza. De acordo com o empresário, a proposta inicial seria de melhorias como ele mesmo pensava. "A gente pensava em crescimento, a gente pensava que as nossas vendas com os espaços para estacionar iriam melhorar, na verdade houve um decréscimo. A nossa preocupação é muito grande e já se faz trinta dias da implantação em Brumado, e a gente fica triste quando saio na porta da minha loja, olho para a rua e não vejo ninguém", comentou o empresário que há 45 anos está no ramo de móveis no comércio local. 

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com cerca de 60 monitores fiscalizando o perímetro comercial e residencial do centro da cidade, a Área Azul de Brumado contempla cerca de duas mil vagas, o que segundo os comerciantes, é um número muito alto para um município que possui cerca de 64 mil habitantes e uma frota de veículos com cerca de 12 mil carros e 15 mil motocicletas. Ainda segundo os empresários, o valor cobrado em Brumado, não condiz com a realidade de outros municípios, com população cinco vezes maior que a de Brumado, à exemplo da cidade vizinha de Vitória da Conquista, que possui uma população estimada em 306 mil habitantes, de acordo com o último censo do IBGE. Em Vitória da Conquista, a 130 km da Capital do Minério, o estacionamento rotativo cobra por cerca de duas horas, o valor de R$ 1,75, sendo que em Brumado, com um número menor em população, se aplica o valor de R$ 2 por uma hora, sendo o condutor obrigado a mudar de vaga a cada duas horas locada. A Ordem dos Advogados do Brasil também vem se engajando diante dos apelos da comunidade e mediante uma comissão que está apurando a legalidade dos efeitos do estacionamento rotativo da cidade. A advogada Ingrid Freire, membro da comissão investigativa da OAB conta que a Ordem abriu uma representação no Ministério Público contra o modelo de implantação do projeto no município. "Nesse momento nós apresentamos os pontos que nós achávamos irregulares, e o promotor nos pediu para que a gente levasse para ele toda essa documentação que a gente tinha conseguido, e fizesse a representação. Já protocolamos essa representação a cerca de quinze dias, e nos pontos da representação existem situações na qual, como a licitação foi feita, até pelo fato da empresa está em recuperação judicial, tem a situação também de como estão sendo feitas as infrações de trânsito, porque o monitor não pode aplicar, e isso se cabe ao agente de trânsito", afirmou a advogada. 

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Já a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) encaminhou um ofício a administração, no intuito de se conseguir uma audiencia para tratar do possível reordenamento no zoneamento da cidade. Sem êxito, o presidente da CDL, Manoel Messias relatou que a prefeitura não respondeu ao oficio, e diante de uma nova negativa, a CDL declarou que irá elaborar um novo ofício que será encaminhado tanto ao Ministério Público, quanto a OAB. "É cultural nosso, tá mudando, mas bem a passos lentos essa questão de participar do problema antes dele acontecer. A gente enxerga que será um problema, mas a participação é muito pouca. Isso eu vejo na sociedade de Brumado, dentro da entidade a qual eu estou a frente, então a gente tem que ter perseverança, paciência e sempre está chamando a atenção, dando um puxão de orelha por todo comércio, a gente não pode deixar a boma estourar para depois correr atrás para tentar apagar o fogo. Nós vamos tomar nota desse evento para gerar um novo documento e mandar para administração pública e para o Ministério Público, então, a opinião das entidades e da sociedade organizada ela faz a pujança desse documento e, se mais uma vez não tivermos resposta em tempo hábil, ai agora vamos para a casa do povo chamando toda população para se manifestar", disse Messias.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário