ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Diagnosticada com fibromialgia, vendedora de cachorro-quente luta para pagar tratamento

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Covardia: Idosa de 80 anos tem maxilar quebrado durante assalto na zona rural de Brumado

PRF prende passageira que transportava 25kg de maconha em ônibus no município de Vitória da Conquista

PodoClin: Saiba como tratar

Bahia: Estudantes usam borra de café e criam produtos que repelem Aedes aegypti

Homem morre esfaqueado após sair de festa em Caetité

Endocrinopediatria é na Clínica Master

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: PM apreende menor que invadiu mercearia, furtou celular e dinheiro no Irmã Dulce

Eleições 2020: 77 partidos estão em fase de criação no Brasil

Brumado: Município está entre as cidades da Bahia com maior índice de infestação do aedes aegypti

Brumado: Morador cria bode solto e irrita vizinhos na comunidade de 'Passa Vinte', próximo a Itaquaraí

Brumado: 'Prefeitura não dispõe de terreno para ampliação do cemitério no distrito de Ubiraçaba', diz secretário de administração


Canil e Gatil ainda é um sonho para Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Enquanto o sonho de um canil e gatil não se torna realidade em Brumado, a cachorrada permanece solta pelo município. Na tarde desta quarta feira (21), o 97NEWS fez mais uma vez o registro de vários cães circulando com tranquilidade no centro da cidade. Mas essa cena se repete há vários anos em outros locais do município. O que parece ser um problema simples, pode se tornar grave se levarmos em consideração o fato de muito desses animais serem vetores de várias doenças, como a raiva por exemplo, que pode levar o ser humano a morte. Um canil/gatil, inclusive já foi até construído às margens da BR-030, na comunidade Lagoa de Dentro, na altura da fábrica de cimento em 2016, no entanto, a ONG AuAu que cuida de alguns animais no município alegou que o local construído pela prefeitura tem estrutura muito pequena para abrigar os animais. Diante do tema, em 2018, o Ministério Público Estadual, a ONG AuAu e a Prefeitura Municipal celebraram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que a estrutura do Canil/Gatil fosse ampliada. De lá para cá, o município só realizou algumas melhorias no local que continua abandonado. Ainda na época, a presidente da ONG, Marli Lobo, chegou a dizer que manter o canil em um local tão distante era inviável, sem contar com os padrões em que foi construído. 

A prefeitura fez melhorias em junho de 2018 - Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com aplicação de R$ 135 mil de verba pública, a obra municipal que poderia estar reduzindo a grande demanda de animais soltos nas vias de Brumado, acabou se transformando em um “pequeno elefante branco”. O município vem atravessando uma problemática com o número cada vez maior de animais soltos nas ruas, principalmente cachorros e equinos. E a situação pode se agravar ainda mais, se a ONG AuAu encerrar suas atividade. Em uma entrevista ao 97NEWS meses atrás, a responsável pela ONG questionou a possibilidade de encerrar as atividades devido a falta de apoio por parte dos poderes públicos. Para tentar amenizar a situação, um grupo de jovens realizaram um campeonato de baleado para arrecadar ração e materiais de limpeza, no intuito de ajudar a ONG, mas conforme Marli, a situação ainda requer atenção. Só em uma residência alugada pela ONG que cuida dos animais retirados das ruas há mais de 60 cães e gatos, na sua maioria, rejeitados por seus antigos donos. 

O canil/gatil segue abandonado - Foto: Luciano Santos l 97NEWS


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário