ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Covardia: Idosa de 80 anos tem maxilar quebrado durante assalto na zona rural de Brumado

PRF prende passageira que transportava 25kg de maconha em ônibus no município de Vitória da Conquista

PodoClin: Saiba como tratar

Bahia: Estudantes usam borra de café e criam produtos que repelem Aedes aegypti

Homem morre esfaqueado após sair de festa em Caetité

Endocrinopediatria é na Clínica Master

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: PM apreende menor que invadiu mercearia, furtou celular e dinheiro no Irmã Dulce

Eleições 2020: 77 partidos estão em fase de criação no Brasil

Brumado: Município está entre as cidades da Bahia com maior índice de infestação do aedes aegypti

Brumado: Morador cria bode solto e irrita vizinhos na comunidade de 'Passa Vinte', próximo a Itaquaraí

Brumado: 'Prefeitura não dispõe de terreno para ampliação do cemitério no distrito de Ubiraçaba', diz secretário de administração

Quatro morrem após batida entre carro e caminhão na BR-116, região de Cândido Sales

Homem sofre tiro acidental ao manusear arma de fogo em Livramento de Nossa Senhora


Aposentado que virou meme na internet pode ganhar indenização de R$ 100 mil

Foto: Reprodução l TV Globo

Um aposentado de 92 anos pode receber uma indenização no valor de R$ 100 mil após ter sua foto viralizada na internet e transformada em meme. A foto de João Nunes Franco, é a “protagonista” do perfil ‘Sento a Vara’, sempre com frases e piadas consideradas “depreciativas e preconceituosas”. Em entrevista ao Fantástico os netos de João descobriram que o avô havia se tornado meme nas redes sociais. Revoltado com a exposição, o aposentado entrou na Justiça contra a página pedindo para que sua imagem parasse de ser usada. “Ele não faz graça com a cara de ninguém. Por que estão fazendo com a dele?'”, disse Jéssica dos Santos, sobrinha e advogada de João. A primeira vez que a foto foi usada foi em 2012, quando o blog ‘Gente de Campo Alegre’, que contava a história de moradores do município, retratou a vida do aposentado. Neste momento, João havia dado autorização. Dois anos depois o perfil ‘Sento a Vara’ passou a usar a imagem do aposentado. O caso segue na justiça.

Fotografia usada na época da reportagem - Foto: Reprodução


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário