ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de mortos pelo coronavírus foi maior do que o esperado para 63% dos baianos

Brumado: Servidores públicos que pertencem ao grupo de risco serão afastados durante a pandemia

34ª CIPM: 31 policiais testam negativo para o coronavírus após colega contrair o vírus

Veja o número de casos e mortes por coronavírus no Brasil e na Bahia

Macaúbas: Paciente com Covid-19 morre após traumatismo craniano

Brumado registra 40 casos de Coronavírus e 25 pacientes estão com o vírus ativo

Brumado: Mais um profissional de saúde do hospital municipal testa positivo para o novo coronavírus

Brumado: Pré-candidato a prefeito Alessandro Lobo é condenado a 8 anos de inelegibilidade por abuso de poder econômico

Brumado: Câmara aprova requerimento 05/2020 que prevê a devolução de quase R$ 800 mil ao Executivo

Brumado: Enfermeira da UTI testa positivo para Covid-19

Funcionários da Assembleia Legislativa da Bahia testam positivo para Covid-1

Brumado: 'Cuidem de nossas famílias' cobra diretor da CDL ao destacar relaxamento da população no combate a Covid-19

Mortes por Covid-19 no Brasil dobram em 16 dias, chegando a 30 mil

Brumado: Número de casos da dengue chega a 294; 13 possuem sintomas grave da doença

Otorrino da Clínica Mais Vida chama a atenção para a essencial importância do uso da máscara

Brumado: Mulher de 40 anos que estava internada na Central de Atendimento a Covid-19 não resiste e vem a óbito

Servidores da Secretaria de Saúde de Brumado são monitorados após apresentarem sintomas de Covid-19, diz Sesau

Decreto que suspende aulas e eventos na Bahia é prorrogado até 21 de junho

Brumado: Fabrício Abrantes e Move Mulher querem retorno dos seis meses Licença Maternidade e a inclusão das mães adotivas

Brumado: Policial Militar testa positivo para Covid-19 e 34ª CIPM será monitorada


Brumado: Moradores de comunidade rural cobram bomba d'água levada pela prefeitura

Foto: Ilustrativa

Moradores da comunidade do Riachão, em Brumado, enfrentam problemas causados pela falta de água. A localidade, que fica na zona rural, não é atendida pela Embasa e os populares usam a água de um poço artesiano para as necessidades básicas. Na maior parte da casas da comunidade, os moradores usam água captada pelas cisternas para cozinhar, tomar banho e beber. Uma dessas famílias é a do aposentado Corinto Xavier. “A bomba foi levada para consertar pela equipe da prefeitura e até hoje não trouxe para o local. Estamos usando água da cisterna até a bomba aparecer”, disse ele. A cisterna da casa de Xavier capta água para outras pessoas que moram na residência, além dele e da companheira. “A água que nós temos aqui é uma aguinha pouca, da cisterna que cai da chuva. Vem da goteira, cai dentro da cisterna, aí nós vamos tirando com um balde para ir usando dentro de casa. Usar no banheiro, usar para lavar roupa, lavar prato. É o maior sofrimento para nós, né?", relatou. A preocupação das famílias do Riachão aumenta quando não chove na cidade. Nos períodos de estiagem, os moradores precisam comprar água para usar nas tarefas do dia-a-dia. “Se estiar a chuva, vai ter que comprar água. E as condições de dinheiro para comprar água são difíceis. Um caminhão de água, eles estão querendo duzentos reais. E um caminhão de água para tanta gente não dura tanto tempo”, avaliou Corinto. Os cerca de 40 moradores contam que a bomba já foi concertada várias vezes. No entanto, por ser uma boma antiga, ela quebra sempre. "Essa bomba é muito velha, não aguenta mais o consumo da comunidade", disse o aposentado. Em contado com o membro da pasta de Recursos Hídricos, Mardio David, ele afirmou que o equipamento é antigo. "Esta bomba já foi consertada várias vezes. E não tem como saber qual o problema, se eles não vierem aqui na Prefeitura". Segundo Mardio, já foi solicitada a troca do equipamento. "Solicitei da Secretaria uma bomba nova. A que estava lá, está queimada", afirmou. Ele ainda acrescentou que "o certo é me procurar para resolver o problema", disse o membro da Secretaria de Recursos Hídricos.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário