ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista

Grupo discutirá extinção do Nasf na Câmara de Vereadores

Barragens de Rio de Contas e Paramirim estão com estruturas comprometidas, aponta ANA


Temporada de pipas chama atenção da Polícia Militar em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A combinação do final de semana e intensidade dos ventos é perfeita para o aumento de crianças e jovens que saem às ruas para soltar pipas. A utilização de cerol e outros produtos aplicados nas linhas também se torna comum nesta época do ano. A Polícia Militar de Brumado tenta coibir a utilização de linhas cortantes em operações realizadas na cidade. No último final de semana, a 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (34ª CIPM) apreendeu 4 rolos com linhas cortantes. A ação aconteceu no sábado (11), no bairro Urbis II. Além de fiscalizar o uso de linhas do tipo, a ação teve também abordagens para coibir o uso de drogas e outras práticas ilícitas. Segundo o Capitão da Polícia Militar, Valmari Júnior, a operação nos bairros será mantida até o fim de agosto e considera também reclamações de moradores do local, que temem acidentes. “A Polícia Militar também trabalha com prevenção, então seria importante conscientizar aqueles jovens ou adultos que fazem uso desse tipo de modalidade, que façam com segurança. Isso porque o uso da linha com cerol pode acarretar em uma lesão grave ou morte de uma pessoa. E quem estiver usando o material ilícito vai ser responsabilizado pelo ato”, afirma. 

Soltar pipa próximo a rede elétrica causa danos e risco de morte - Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O risco de acidente é iminente, como informado pelo Capitão da PM, já que foi apreendida no final de semana tubos de linha conhecida como “chilena”. A linha é feita com cola de madeira e óxido de alumínio e corta quatro vezes mais do que o tradicional cerol. O local utilizado para empinar pipas nem sempre é em uma área segura, muitos utilizam as ruas com grande volume de tráfego de carros e motos. E segundo a PM, o ideal seria um campo aberto. "O que eu passo de sugestão é que brinquem num local aberto, como em campos de futebol, que não ofereça riscos a sociedade, principalmente aos motociclistas que são os mais vulneráveis nesse tipo de acidente", esclarece Valmari que alerta ainda no qual mesmo sendo em local aberto, o uso da linha chilena ou cerol como são conhecidas, não é permitida o uso desse material cortante. "Como autoridade policial, o alerta é que não soltem pipa com a linha de cerol, justamente para evitar acidentes”, explica o Capitão. A Polícia Militar recomenda ainda que a prática de soltar pipa seja realizada em locais onde não haja rede elétrica e solicita aos pais que orientem seus filhos em relação aos riscos a terceiros e a si mesmos. É importante ressaltar também que a venda de linhas cortantes e o uso das mesas é considerado crime.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário