ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

PRF prende passageira que transportava 25kg de maconha em ônibus no município de Vitória da Conquista

Endocrinopediatria é na Clínica Master

Bahia: Estudantes usam borra de café e criam produtos que repelem Aedes aegypti

Homem morre esfaqueado após sair de festa em Caetité

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: PM apreende menor que invadiu mercearia, furtou celular e dinheiro no Irmã Dulce

Eleições 2020: 77 partidos estão em fase de criação no Brasil

Brumado: Município está entre as cidades da Bahia com maior índice de infestação do aedes aegypti

Brumado: Morador cria bode solto e irrita vizinhos na comunidade de 'Passa Vinte', próximo a Itaquaraí

Brumado: 'Prefeitura não dispõe de terreno para ampliação do cemitério no distrito de Ubiraçaba', diz secretário de administração

Quatro morrem após batida entre carro e caminhão na BR-116, região de Cândido Sales

Homem sofre tiro acidental ao manusear arma de fogo em Livramento de Nossa Senhora


Brasil repete 2011 e 2015, vence nos pênaltis contra Paraguai e avança para a semifinal

Foto: Reprodução

Passou dos 52 minutos do segundo tempo na Arena do Grêmio, em Porto Alegre e o fantasma assombrava. Assim como em 2011 e em 2015, o Brasil não consegiu vencer o Paraguai no tempo normal por um confronto de quartas de final da Copa América. Mas, desta vez, saiu vencedor nos pênaltis. Após empatar por 0 a 0 - com um a mais no segundo tempo -, a seleção brasileira venceu a Albirroja nas cobranças de penalidades e voltou à semifinal do torneio depois de 12 anos. Agora, espera por Venezuela ou Argentina. A seleção brasileira encerrou a partida com 25 finalizações e nove chances reais de gol, contra 10 finalizações dos paraguaios. Foi um massacre, especialmente na segunda etapa, depois que Balbuena foi expulso - com auxílio do VAR. Everton, Arthur, Coutinho, Firmino e Willian não superaram Gatito e a trave, e os pênaltis voltaram a cruzar o caminho de paraguaios e brasileiros nas quartas de final da Copa América. Nas cobranças, Alisson pegou cobrança de Gustavo Gómez, e Derlis González mandou para fora. Firmino errou do lado canarinho. No fim, Gabriel Jesus, que havia desperdiçado pênalti diante do Peru, converteu e garantiu a classificação brasileira.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário