ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Privacidade de dados pessoais dos brasileiros pode ter sido violada pelo Google; diz Senacom

Idoso morre após ser agredido com golpes de facão depois de discussão com enteado

O grupo 'Arte na Praça' convida você e sua família para a 3ª Feira de Artes em Brumado

Bahia: Operação desarticula esquema que sonegou R$ 25 milhões em ICMS

Uso do biodigestor muda a vida das famílias de produtores rurais em Brumado

Clínica Mais Vida: Tremores nas mãos, eles podem ser sinais de que sua saúde precisa de cuidados

Logística Reversa: Alunos reciclam material de construção para reformar casa de moradora na zona rural de Brumado

Brumado: Recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas acontece em setembro

Canil e Gatil ainda é um sonho para Brumado

Prefeitura de Brumado começa emitir Certificado de Cadastro de Imóvel Rural

Governo anuncia privatização dos Correios ainda este ano

Conheça o app 'Estacionamento Digital! O serviço de estacionamento rotativo fácil e rápido'

2ª Feira do Empreendedor será realizada no mês de outubro em Brumado

Protestos pela Bahia: Vanzeiros fecham rodovia BA-142 em Tanhaçu contra Lei sancionada por Bolsonaro

Clínica Master: Especialista em Ombro e Cotovelo

Brumado: Obras de duplicação da Ponte do Bairro São Jorge estão seguem cronograma

Plenário da Câmara aprova projeto que regulamenta a vaquejada

Brumado: 'Abate clandestino atrapalha comercialização da carne de cordeiro no município', diz produtor

Operação detecta dezenas de postos de combustíveis lesando consumidores na Bahia

Brumado: PM apreende homem após ameaçar ex-companheira no distrito de Itaquaraí


Serviços contábeis da cidade de Guajeru é um dos mais caros da região, superando até o de Brumado com 67 mil habitantes

Foto: Divulgação

Os vereadores da cidade de Guajeru, a 63 km de Brumado está cobrando na Justiça que o prefeito de Guajeru, Gil Rocha, e a empresa contratada para prestar serviços de assistência contábil ao município, promovam o ressarcimento integral dos danos causados ao erário em razão do superfaturamento da contratação. Apuração feita pelos parlamentares constatou que a prefeitura paga um dos maiores contratos da região, que tem como objeto a prestação de serviços de assessoria contábil na elaboração de balancetes, totalizando gastos, nos anos de 2017, 2018 e 2019 -- que ainda está em curso --, na ordem de R$ 670,000.00. Um valor bem acima de cidades com população superior à de Guajeru. Só para se ter uma ideia, a cidade vizinha de Malhada de Pedras (8,430 mil habitantes) que possui uma população aproximada de Guajeru (7,239 mil habitantes), pagou entre o mesmo período, o valor total de R$ 344,500.00. A situação se torna alarmante quando se compara com cidades com quase dez vezes mais o número de habitantes, como é o caso de Brumado, que segundo o IBGE, possui cerca de 67 mil habitantes. Nesse mesmo período, a Capital do Minério pagou em servições contábeis cerca de R$ 528,800.00, enquanto que Guajeru, acumula R$ 141,200.00 a mais do valor pago em Brumado. Segundo o legislativo, as suspeitas surgiram pela primeira vez em 2013. O levantamento foi feito com base em números apontados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O que chama a atenção é que, diversos municípios da microrregião que têm o mesmo porte que Guajeru, pagam bem mais barato pelos serviços. A Prefeitura Municipal de Guajeru ainda não se manifestou sobre as acusações. Veja a tabela de comparação:



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário