ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Sergio Moro comemora aprovação do pacote anticrime na Câmara

'Gato de energia': Operação prende 35 pessoas e recupera 260 milhões de kilowatts este

Brumado: Moradores cobram da prefeitura recuperação de manancial do bairro Olhos D'água

Mais de 70 famílias ficam desalojadas após forte chuva em Itambé

Bahia registrou novos casos de Aids em 2018; Sesab realiza ações de conscientização

Ultrapassado: Comunidade rural de Brumado recebe orelhão 15 anos após solicitação

Profissionais da Sesoc participam de Seminário de Acolhimento Familiar do MP

Brumado: Cipe Sudoeste apreende mulher por tráfico de drogas no bairro Irmã Dulce

Eleições 2020: Fabrício Abrantes recebe apoio do ex-vereador Romar Pereira em Brumado

Menor acusado de vários arrombamentos é apreendido pela Polícia em Brumado

Brumado: Preço alto da carne já afeta o churrasquinho

Conquista: Dupla é presa transportando mais de 50 Kg de maconha em ônibus de turismo

Desembargadores elegem Lourival Trindade como novo presidente do TJ-BA

Brumado: Loja Maçônica Manoel Carvalho promoverá primeiro 'Costelão Maçônico'

Brumado: O perigo dos smartphones para os olhos das crianças; oftalmologista faz alerta

Brumado: Estudante brumadense recebe nesta quarta (4) prêmio do Concurso Agenda 2020

Jequié: Polícia Civil descobre abatedouro de clandestino de cavalos; carne era vendida na região como bovina

'Operação Assepticus': PF cumpre mandados contra acusados de fraude em bancos

Brumado: Após parecer favorável do MPE sobre sua cassação, prefeito afirma que está confiante na Justiça

ONU e UNFPA fazem apelo pelo fim da violência contra a mulher


Serviços contábeis da cidade de Guajeru é um dos mais caros da região, superando até o de Brumado com 67 mil habitantes

Foto: Divulgação

Os vereadores da cidade de Guajeru, a 63 km de Brumado está cobrando na Justiça que o prefeito de Guajeru, Gil Rocha, e a empresa contratada para prestar serviços de assistência contábil ao município, promovam o ressarcimento integral dos danos causados ao erário em razão do superfaturamento da contratação. Apuração feita pelos parlamentares constatou que a prefeitura paga um dos maiores contratos da região, que tem como objeto a prestação de serviços de assessoria contábil na elaboração de balancetes, totalizando gastos, nos anos de 2017, 2018 e 2019 -- que ainda está em curso --, na ordem de R$ 670,000.00. Um valor bem acima de cidades com população superior à de Guajeru. Só para se ter uma ideia, a cidade vizinha de Malhada de Pedras (8,430 mil habitantes) que possui uma população aproximada de Guajeru (7,239 mil habitantes), pagou entre o mesmo período, o valor total de R$ 344,500.00. A situação se torna alarmante quando se compara com cidades com quase dez vezes mais o número de habitantes, como é o caso de Brumado, que segundo o IBGE, possui cerca de 67 mil habitantes. Nesse mesmo período, a Capital do Minério pagou em servições contábeis cerca de R$ 528,800.00, enquanto que Guajeru, acumula R$ 141,200.00 a mais do valor pago em Brumado. Segundo o legislativo, as suspeitas surgiram pela primeira vez em 2013. O levantamento foi feito com base em números apontados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O que chama a atenção é que, diversos municípios da microrregião que têm o mesmo porte que Guajeru, pagam bem mais barato pelos serviços. A Prefeitura Municipal de Guajeru ainda não se manifestou sobre as acusações. Veja a tabela de comparação:



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário