ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Proibição de transporte intermunicipal pelo Estado não se aplica ao deslocamento rural em Brumado

Revoltante: Avô é preso suspeito de abusar sexualmente da ena de 1 ano

Brumado: Dor e comoção marcam enterro da pequena Larissa Emanuelle de 9 anos morta em incêndio na zona rural

Fábrica da Azaleia vai demitir 600 funcionários em razão do novo Coronavírus em Itapetinga

Sob pressão da crise do coronavírus, bancos cortam juros do cartão de crédito

RHI Magnesita: Usar máscara é questão de responsabilidade

Bahia registra 15 mil casos confirmados de coronavírus

Bolsonaro sanciona projeto de socorro financeiro a estados e municípios

Brumado: Prefeitura realizará força-tarefa no comércio local visando o cumprimento dos decretos contra o Coronavírus

Caetité: Servidores contratados da Prefeitura denunciam salários atrasados

Brumado: Sobe para 17 o número de casos confirmados de Coronavírus

Caculé: Três bandidos morrem em confronto com a PM após tentativa de roubo a banco

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus

Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus


Solange Almeida entra com processo de R$ 5 milhões contra o Aviões do Forró

Foto: Reprodução

A cantora Solange Almeida entrou na Justiça contra a banda “Aviões” solicitando cota de participação de quando era sócia do grupo. O valor é orçado em R$ 5 milhões. O processo foi protocolado no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) em março deste ano. Em nota enviada imprensa, o advogado da cantora, informou que houve tentativas de negociações nos últimos dois anos, mas sem acordo entre as partes. Segundo petição ajuizada em Vara Cível na comarca de Fortaleza, Sol não recebeu valores correspondentes ao patrimônio total do grupo. No processo, segundo os advogados de Solange, ela foi expulsa da banda sem acordo prévio. “Ocorre que em setembro de 2016 os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD – sem qualquer justicativa para tanto! – comunicaram a cantora Solange Almeida que a ‘banda’ não tinha mais interesse na sua permanência, como se isso fosse possível e que a mesma só era bem vinda até o término do carnaval de 2017, o que de fato se concretizou em 28/02/2017”. Ainda no documento, Solange pediu que os bens como ônibus, valores bancários e empreendimentos fossem bloqueados para que garantissem a cota de direito. Entretanto, o juíz responsável pela análise da tutela de urgência, indeferiu o pedido pelo fato de Solange ter entrado com o processo após dois anos da saída do grupo. A legislação não estipula prazo e a decisão de aceitar ou não o processo cabe ao entendimento do magistrado. O processo está em fase de noticação das partes para apresentação de defesa. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário