ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista

Grupo discutirá extinção do Nasf na Câmara de Vereadores

Barragens de Rio de Contas e Paramirim estão com estruturas comprometidas, aponta ANA


Quadrilha tenta aplicar golpes em clientes de banco em Malhada de Pedras, diz polícia

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Polícia Civil informou que pessoas que integram quadrilha que aplica golpes em clientes em agências bancárias, estariam atuando no município de Malhada de Pedras, a 40 km de Brumado. O grupo utiliza informações pessoais de agências bancárias da cidade, e ligam para as vítimas. "Não sei como eles adquirem esses dados, mas queremos alertar a população que não passem informações pessoais a nenhuma pessoa por telefone, inclusive de cartões", alertou o delegado Samuel Bruno Paz da 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (20ª Coorpin). Ainda segundo o delegado, durante a ligação, os criminosos pedem para os clientes passarem informações confidenciais, como senhas e dados pessoais. Após isso, realizam compras no nome das vítimas. "É muita rápida a ação, quando o cliente percebe, o prejuízo foi grande", explicou o delegado. Ele ainda comenta que qualquer dúvida sobre seus dados de sua conta bancária, devem ser esclarecidos na própria agência bancária e, não por telefone. Conforme o titular da 20ª Coorpin, outro golpe aplicado pelos meliantes, é a quitação de dívidas rápidas e com um valor abaixo do que foi contratado. "Um cliente que fez um financiamento, eles conseguem colher essas informações e ligam para a vítima dizendo que ele pode quitar o valor a vista com descontos chamativos. Como por exemplo, se o cliente deve R$ 1200, ele pagaria naquele instante, apenas R$ 600, na realidade trata-se de um golpe. Mas graças a Deus ninguém caiu", afirmou Paz, que mesmo assim o alerta serve para que as pessoas fiquem atentas. Ele ainda relatou que a Polícia Civil vem trabalhando para descobrir a identidade dos criminosos, e em seguida coloca-los atrás das grades.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário