ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Caixa inicia a programa de demissão voluntária para 3,5 mil funcionários

Mãe é filmada agredindo filha com chicote emprovisado; Polícia e Conselho Tutelar apuram o caso

Brumado: Município será contemplado com Programa de Triagem Auditiva Neonatal

Brumado: Comerciantes estão com medo da onda de furtos e assaltos no estacionamento do Mercado Municipal

Cantora Marília Mendonça recebe cheque sem fundo de R$ 130 mil após show

Restaurante serve por engano vinho de R$ 23 mil a cliente

Mau cheiro provocado por fezes de andorinhas gera queixas na região da praça da Prefeitura em Brumado

Brumado: Cejusc aplica 'Círculo de Construção de Paz' para a Vara dos Juizados Especiais

Presidente do Comdica participa de curso para o processo de escolha unificado para o Conselho Tutelar de Brumado

Brumado: Instrutor é acusado de 'estupro de vulnerável' por abusar aluno de 6 anos em escola da comunidade de Lagoa Funda

Caetité: Carro tem pane elétrica, bate em árvore e fica destruído

Conquista: Motorista é preso com mais de meia tonelada de maconha em caminhão na BR-116

Jovem suspeito de atirar em gerente da Real Calçados durante assalto em Salvador é preso

Brumado: PETO recupera moto roubada na região de Malhada de Pedras

Estudante de direito é preso após furtar produtos em supermercado no centro de Brumado

34 obras com recursos estaduais e federais estão paralisadas na Bahia

Dia do gari: Profissionais são conhecidos pela simpatia e irreverência em Brumado

Faculdade Pitágoras oferece oficinas gratuitas de capacitação profissional em Brumado

Justiça Eleitoral multa prefeito de Guajeru em R$ 10 mil

Gerente da Real Calçados em Livramento é baleado durante assalto a hotel em Salvador


Presidente do Crea-Ba diz que trabalha para combater os famosos engenheiros 'Canetinhas' na construção civil

Foto: 97NEWS

Buscando conhecer de perto as dificuldades e as necessidades das inspetorias do interior, o presidente do Crea-BA, Luis Edmundo Campos, está realizando visitas a todas as 26 unidades existentes no Estado. Em visita a unidade de Brumado, o engenheiro falou com o 97NEWS sobre a importância do trabalho do Crea nos municípios. "O papel do Conselho Regional é fazer o cadastro e a fiscalização do exercício profissional da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia, Urbanismo e Meteorologia. Nós fiscalizamos todos esses profissionais, para defender a sociedade daquelas pessoas que estejam fazendo errado ou não habilitada para isso", descreveu. O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, disse ainda que a população tem que ter uma certa cautela ao contratar um engenheiro civil. Segundo ele, não basta ir na obra e assinar um projeto, e em seguida não comparecer mais. "Nós temos trabalhado muito para evitar aqueles profissionais, que infelizmente nós temos, em um número muito pequeno, que denigre muito a imagem de nosso profissão, que é o famoso canetinha. Que são aquelas pessoas que vendem a assinatura para oficializar um documento, mas não comparece a obra", destacou Luis. O gestor alertou ainda que o Crea não aceita este tipo de comportamento e, sempre vai combater esse profissional. "Nós estamos em um processo de ataque, identificação e colocar essas pessoas na Comissão de Ética, e se for possível até se ele não corrigir, expulsar do sistema, caso permaneça assinando documento sem dar Responsabilidade Técnica", afirmou Campos, que esclareceu ainda no qual não se trata de valores, quando por exemplo, o profissional cobra por um valor mais baixo do que é ofertado. "Não se trata de dinheiro, se ele quer fazer uma ação social, ele tem que da a atenção ao cidadão, ele pode até fazer de graça, mas se ele não tiver presente na obra, mostra uma falta de ética muito grande e nós estamos na busca de identificar essas pessoas para que eles possam responder por seus erros", finaliza.



Comentários

  • Alexandre Costa

    "Gostaria de saber uma coisa, porque eu tenho que pagar pra ser fiscalizado, porque eu tenho que pagar pedágio para trabalhar, então eu não precisaria fazer uma graduação, e só pagar ao CREA melhor ser pedreiro, carpinteiro, mestre ou encarregado, a arrecadação do CREA tinha que ser facultativo, como fizeram com a contribuição sindical, eu nunca vi o CREA fazer igual ao CRM defender os seus profissionais nunca vi essa magia fazer nada a não ser engordar os cofres dos mesmos, todos os cursos são caros, uma enorme quantidade de engenheiros desempregados e o CREA faz oque, a não ser colocar aquele profissional na dívida ativa, isso e uma extorsão velada, aos engenheiros " SE PAGAR TRABALHA, SE NÃO PAGAR NÃO TRABALHA" e não adianta chorar se virar pra pagar e não sujar o nome, isso tenque acabar."

Deixe seu comentário