ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Rui Costa fará visita técnica ao Aeroporto de Vitória da Conquista nesta quinta-feira (18)

Criança é hospitalizada após ingerir entorpecentes enquanto brincava na varanda do apartamento

Cipe Nordeste erradica cerca de 10 toneladas de maconha em Euclides da Cunha

Brumado: Mãe de paciente faz elogios a médico de hospital mas critica atuação de outros profissionais

Internauta filma ninho de cobras de perto e as imagens chamam a atenção

TCE desaprova contas da EBDA e ex-gestores irão pagar R$ 39,3 mil em multas

Carreta de Brumado se envolve em acidente no Norte de Minas; uma pessoa morreu

Ortopedia na Clínica Master com Dr. Claudio Freitas

Brumado: Moradores esperam por dois anos reforma de ponte na comunidade do Jacaré

New Kenko Purificadores: Beba água de qualidade e garanta a saúde para sua família

Ituaçu: Polícia prende homem por cárcere privado e Maria da Penha

Ministério da Saúde suspende contratos de distribuição gratuita de remédios

Reforma tributária pode criar maior imposto do mundo

Aplicativo que envelhece ameaça a privacidade; dizem especialistas de segurança

No aniversário de 50 anos do lançamento da Apollo 11, eclipse lunar encanta brumadenses

Bahia: Governador anuncia realização de concurso para polícias Civil e Militar ainda neste ano

Brumado: Advogado Tiago Amorim lança nome como pré-candidato a prefeito

Prefeitura de Brumado pavimentará cerca de 150 ruas no município; ordem de serviço já foi assinada

Projeto Pequeno Cidadão será realizada pela quarta vez no posto do Sac em Brumado

Bahia: Homem é preso suspeito de invadir escola e esfaquear mulher 12 vezes


Presidente do Crea-Ba diz que trabalha para combater os famosos engenheiros 'Canetinhas' na construção civil

Foto: 97NEWS

Buscando conhecer de perto as dificuldades e as necessidades das inspetorias do interior, o presidente do Crea-BA, Luis Edmundo Campos, está realizando visitas a todas as 26 unidades existentes no Estado. Em visita a unidade de Brumado, o engenheiro falou com o 97NEWS sobre a importância do trabalho do Crea nos municípios. "O papel do Conselho Regional é fazer o cadastro e a fiscalização do exercício profissional da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia, Urbanismo e Meteorologia. Nós fiscalizamos todos esses profissionais, para defender a sociedade daquelas pessoas que estejam fazendo errado ou não habilitada para isso", descreveu. O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, disse ainda que a população tem que ter uma certa cautela ao contratar um engenheiro civil. Segundo ele, não basta ir na obra e assinar um projeto, e em seguida não comparecer mais. "Nós temos trabalhado muito para evitar aqueles profissionais, que infelizmente nós temos, em um número muito pequeno, que denigre muito a imagem de nosso profissão, que é o famoso canetinha. Que são aquelas pessoas que vendem a assinatura para oficializar um documento, mas não comparece a obra", destacou Luis. O gestor alertou ainda que o Crea não aceita este tipo de comportamento e, sempre vai combater esse profissional. "Nós estamos em um processo de ataque, identificação e colocar essas pessoas na Comissão de Ética, e se for possível até se ele não corrigir, expulsar do sistema, caso permaneça assinando documento sem dar Responsabilidade Técnica", afirmou Campos, que esclareceu ainda no qual não se trata de valores, quando por exemplo, o profissional cobra por um valor mais baixo do que é ofertado. "Não se trata de dinheiro, se ele quer fazer uma ação social, ele tem que da a atenção ao cidadão, ele pode até fazer de graça, mas se ele não tiver presente na obra, mostra uma falta de ética muito grande e nós estamos na busca de identificar essas pessoas para que eles possam responder por seus erros", finaliza.



Comentários

  • Alexandre Costa

    "Gostaria de saber uma coisa, porque eu tenho que pagar pra ser fiscalizado, porque eu tenho que pagar pedágio para trabalhar, então eu não precisaria fazer uma graduação, e só pagar ao CREA melhor ser pedreiro, carpinteiro, mestre ou encarregado, a arrecadação do CREA tinha que ser facultativo, como fizeram com a contribuição sindical, eu nunca vi o CREA fazer igual ao CRM defender os seus profissionais nunca vi essa magia fazer nada a não ser engordar os cofres dos mesmos, todos os cursos são caros, uma enorme quantidade de engenheiros desempregados e o CREA faz oque, a não ser colocar aquele profissional na dívida ativa, isso e uma extorsão velada, aos engenheiros " SE PAGAR TRABALHA, SE NÃO PAGAR NÃO TRABALHA" e não adianta chorar se virar pra pagar e não sujar o nome, isso tenque acabar."

Deixe seu comentário