ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Rui Costa fará visita técnica ao Aeroporto de Vitória da Conquista nesta quinta-feira (18)

Criança é hospitalizada após ingerir entorpecentes enquanto brincava na varanda do apartamento

Cipe Nordeste erradica cerca de 10 toneladas de maconha em Euclides da Cunha

Brumado: Mãe de paciente faz elogios a médico de hospital mas critica atuação de outros profissionais

Internauta filma ninho de cobras de perto e as imagens chamam a atenção

TCE desaprova contas da EBDA e ex-gestores irão pagar R$ 39,3 mil em multas

Carreta de Brumado se envolve em acidente no Norte de Minas; uma pessoa morreu

Ortopedia na Clínica Master com Dr. Claudio Freitas

Brumado: Moradores esperam por dois anos reforma de ponte na comunidade do Jacaré

New Kenko Purificadores: Beba água de qualidade e garanta a saúde para sua família

Ituaçu: Polícia prende homem por cárcere privado e Maria da Penha

Ministério da Saúde suspende contratos de distribuição gratuita de remédios

Reforma tributária pode criar maior imposto do mundo

Aplicativo que envelhece ameaça a privacidade; dizem especialistas de segurança

No aniversário de 50 anos do lançamento da Apollo 11, eclipse lunar encanta brumadenses

Bahia: Governador anuncia realização de concurso para polícias Civil e Militar ainda neste ano

Brumado: Advogado Tiago Amorim lança nome como pré-candidato a prefeito

Prefeitura de Brumado pavimentará cerca de 150 ruas no município; ordem de serviço já foi assinada

Projeto Pequeno Cidadão será realizada pela quarta vez no posto do Sac em Brumado

Bahia: Homem é preso suspeito de invadir escola e esfaquear mulher 12 vezes


Em vídeo, pai denuncia falta de médico para atender filho no Hospital Professor Magalhães Neto

Foto: 97NEWS

Em um vídeo que circula pelas redes sociais um homem denuncia a falta de médico no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto (HPMN), em Brumado. As imagens foram feitas na manhã desta segunda-feira (22), quando o filho não foi atendido na unidade após uma madrugada de muitos vômitos e tosse com catarro. Procurado pelo 97NEWS, o pai da criança, Ricardo dos Santos, de 33 anos, relatou que seu filho de 3 anos, durante a madrugada apresentou um quadro de fortes tosses com catarro e vômitos. Como não era um horário comum que ele pudesse procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), ele foi direto ao hospital, entendendo que o caso do filho poderia ser grave. “Cheguei na unidade às 3h30min, fiz a ficha, e em seguida passei pela triagem. A enfermeira mandou que eu aguardasse. Assim eu fiz, mas as horas foram passando e nada de meu filho ser chamado pelo médico de plantão", relatou Ricardo, que informou ainda que não havia mais ninguém à espera de atendimento na recepção. "Fui até a recepção e comentei com a atendente, se o meu filho não seria chamado, ela então me respondeu que dependeria da triagem. Foi quando resolvi esperar mais um pouco", comentou o músico. Cansado de esperar pelo atendimento, ele acrescentou que as 05h30min resolveu ir embora com o filho. "Muitos me perguntaram, porque eu não entrei a força, não briguei por atendimento, e posso afirmar aqui, jamais eu faria isso, porque não é do meu ensinamento, tenho ética”, afirma Ricardo, destacando que não culpa o funcionalismo púbico pelo caos na saúde, e sim de um sistema que começa lá em cima. "Os guardas, o pessoal da recepção, enfim eles não tem culpa. mas eu queria saber da direção do hospital ou da Secretaria de Saúde o que realmente aconteceu nessa madrugada de domingo. Se aparentemente não houve nenhuma emergência no hospital", disse ao 97NEWS. Já em casa o músico disse que medicou o filho por conta própria, e se caso a criança não melhorasse, ele teria que procurar um médico particular.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário