ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Veículo que saiu de Brumado, é apreendido em Simões Filho com drogas

INSS inicia pagamento da 2ª parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Brumado: Taxista encontra carteira com R$ 1.150, acha dona e devolve

RHI Magnesita na luta contra o Coronavírus

Brumado: Evolução do coronavírus poderá derrubar flexibilização no município

Auxílio: Caixa credita nesta segunda benefício a mais 7,8 milhões de trabalhadores

Brumado tem 7 casos ativos de Covid-19; agora são 16 registro da doença no município

Polícia prende assaltantes de bancos em Barreiras

Comunicado Pax Nacional

Brasil regista 653 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas

Agências dos Correios pagarão auxílio emergencial a partir de junho

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Crueldade: Mulher é morta a pedradas no bairro Malhada Branca, em Brumado

Brumado: Feriados de São João e Independência da Bahia serão antecipados

Prefeitura de Brumado mantém flexibilização do comércio

Três pacientes testam positivo para a Covid-19 em Rio do Antônio

Governo Federal suspende entrada de estrangeiros por 30 dias em razão da pandemia

Sesau registra 901 notificações suspeitas para Covid-19 em Brumado

Auxílio emergencial: Agência da Caixa vai funcionar neste sábado em Brumado

Se Bahia não tivesse dobrado número de leitos, Saúde teria entrado em colapso


Gerente de banco envolvido em confusão com cliente que levou 'mata-leão' foi afastado

Foto: Reprodução l G1

O gerente da Caixa Econômica Federal envolvido em uma confusão com um cliente em Salvador foi afastado das atividades. O empresário Crispim Terral, de 34 anos, relatou que, em 19 de fevereiro, foi vítima de racismo e agredido por policiais militares acionados pelo gerente. Ele postou a denúncia nas redes sociais. O post foi acompanhado de um vídeo que mostra o momento em que Terral leva um "mata-leão" de um policial. Na manhã de quarta-feira (27), ele foi até a 1ª Delegacia, em Salvador, para denunciar o gerente do banco que aparece na imagem pedindo que os policiais o algemassem. No vídeo, o gerente diz: "Não negocio com esse tipo de gente". Já a Caixa informou que abriu uma apuração, sob responsabilidade da corregedoria da empresa, para apurar o caso. O banco disse que repudia práticas e atitudes de discriminação cometidas contra qualquer pessoa e que, nesta quinta-feira (28), vai realizar um treinamento específico com toda rede de atendimento para reforçar a política de relacionamento com clientes. Para ele, a decisão da Caixa pelo afastamento do gerente só foi tomada por conta da repercussão negativa. Terral afirmou que, após sair da delegacia, ele e os advogados iriam ao Ministério Público (MP) para fazer uma denúncia. Ele agradeceu às mensagens de apoio que tem recebido. "Tenho recebido muitas mensagens, muitas ligações, por segundo na verdade. Para mim é muito significante, muito gratificante, ter esse apoio do Brasil, de todas essas pessoas que estão sensibilizadas por essa situação. Então, fico feliz por também ser um incentivo a todos os negros, todas as negras lindas do Brasil, e digo para elas que lutem, que digam não ao racismo, digam não ao preconceito."



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário