ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Na Bahia, mais de meio milhão de pessoas fazem menos de três refeições por dia

Alunos denunciam péssimas condições de ônibus escolar em Malhada de Pedras

Vitória da Conquista: Câmara de Vereadores diz que inauguração excluiu povo e opta por não participar

Sindicato de Servidores da Embasa anuncia paralisação de 24 horas nesta terça (23)

Suspeito de aplicar golpe milionário com campanha para filho doente é preso na Bahia

Conquista: Sem a presença da PM, Exército fará a segurança do evento presidencial na inauguração do aeroporto

Bahia é o estado com maior número de mortes por Hepatite B, diz MS

Brumado: Um homem foi preso e um menor apreendido após tentarem arremessar objetos para a carceragem da delegacia

Brumado: Primeiro dia de Área Azul deixa o centro com várias vagas de estacionamento livres

Jovem paulistana de 24 anos deseja realizar sonho de conhecer o pai biológico que provavelmente mora em Brumado

Bahia: Autorizado concurso da Polícia Militar 2019 com 2 mil vagas

Brumado: 'Toda mudança é um processo de adaptação' diz secretário de administração sobre a Área Azul

Brumado: Família da comunidade Sítio São José está sem abastecimento há 8 meses e usa água de vizinhos

Brumado: Amigas solidárias realizará torneio de baleado para arrecadar fundos à Ong AuAu

Proposta popular quer cortar pela metade os salários de prefeito, vice-prefeito e vereadores em Rio do Antônio

Livramento de Nossa Senhora: Jovem sofre acidente de moto e morre após ter 80% do corpo queimado

Tenente Coronel Mucyo Vasconcelos é o novo comandante da 2ª Companhia Independente de Polícia Rodoviária Estadual

Brumado: Cobrança pela Área Azul passa a valer nesta segunda (22)

New Kenko Purificadores: Beba água de qualidade e garanta a saúde para sua família

Brumado: Homem trafega na contramão, bate em veículo e é preso pela PM no bairro São Felix


Bahia: Estudantes de Medicina continuam impedidos de realizar estágios curriculares na rede pública de saúde

Foto: Luciano Santos l 97News

Os estudantes de Medicina da Bahia estão legalmente impedidos de realizar estágios curriculares na rede pública de saúde, devido a uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-BA). Autor da ação, o Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras (IASB) entrou com um pedido de desistência. No entanto, a existência de outro interessado levou à manutenção da decisão. Segundo o site Bahia Notícias, no último dia 29 de janeiro, o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, indeferiu o pedido de suspensão da liminar feito pelo Estado da Bahia. Na decisão, Noronha avalia que "não ficou comprovada, de forma cabal, a grave lesão aos bens tutelados pela legislação" e que é necessário garantir o cumprimento da lei. "É possível identificar a existência de interesse público na viabilização das atividades de estágio obrigatório a serem desenvolvidas por estudantes que pretendem a obtenção de diplomas universitários e dependem, para tanto, do convênio firmado com os estabelecimentos estaduais de saúde. Todavia, também é de interesse da coletividade que o ato administrativo por meio do qual o Estado formaliza tais convênios seja válido e observe as regras do ordenamento jurídico brasileiro", reforça o presidente do STJ, pontuando que a liminar suspendeu um edital específico, o que não impede a abertura de nova licitação para a formalização do convênio. "Por fim, no tocante à argumentação de que a contrapartida financeira exigida das instituições de ensino serve ao propósito exclusivo de ressarcir o Estado das despesas na atuação dos estudnates nas unidades hospitalares, constata-se que o requerente suscita questões relacionadas ao fundo da controvérsia, que devem ser discutidas nas instâncias ordinárias e em vias processuais próprias", analisa.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário