ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

STF condena Geddel a 14 anos de prisão e pena de Lúcio é de 10 anos

Incêndio é contido após chuvas de terça-feira (22) na Chapada Diamantina

Com crescimento de 685%, Bahia não está na lista de prioridade do Ministério da Saúde contra a dengue

Motorista é flagrado ao transportar embarcação de luxo de forma irregular em caminhão

Malhada de Pedras: Carro pipa é flagrado captando água não potável para abastecer zona rural; prefeitura diz que água não é para consumo humano

Mesmo com pouco volume de chuva, Brumado volta a registrar alagamentos

Homem leva 4 tiros após beijo gay em bar

Aeronaves são enviadas para combater incêndio em Rio de Contas e Livramento

Idoso de 69 anos é agredido durante discussão de trânsito em Vitória da Conquista; veja o vídeo

Brumado: Após ser retirado de pauta por várias vezes, PL 023/2019 é aprovado na Câmara de Vereadores

Universitários de Brumado fazem campanha para ajudar amiga com câncer

Polícia Militar apreende produtos falsificados em farmácia de Brumado

Delegado Arilano Botelho fala dos seus planos de trabalho à frente da 20ª Coorpin

Mal de Alzheimer: Cuidados essenciais para quem sofre com essa doença

Brumadenses superam a distância entre o sonho e a realidade do futebol feminino

Mineração de urânio da INB traz à tona memória de contaminação nos municípios de Caetité e Lagoa Real

Pax Nacional fecha parceria com faculdade Faveni

Chuva em Brumado surpreende moradores e ameniza temperatura no 'Sertão Produtivo'

Gás de cozinha aumenta nas distribuidoras a partir de hoje (22)

Brumado: PSD não deverá sair das mãos do advogado Thiago Amorim


Brumado: MP anuncia procedimento preparatório para inquérito civil sobre obras de macrodrenagem nos bairros Olhos D'água e São José

Foto: Luciano Santos | 97NEWS

As obras de macrodrenagem realizadas nos canais abertos nos bairros Olhos d’Água e São José, que se tornaram objeto de muita discussão no final de 2018 pela população, já que se questionou muito a qualidade do material utilizado pelas referidas construtoras. Diante disso, o vereador Zé Ribeiro (PT) entrou com uma representação no Ministério Público Estadual e, no último dia 15 de janeiro, por meio do promotor Millen Castro Medeiros de Moura, foi divulgada uma Portaria comunicando que já está sendo instaurado o procedimento preparatório para inquérito civil visando a constatação se os materiais utilizados nas obras eram adequados e também se não foi causado danos ao erário público. Segundo a Portaria (confira na íntegra), em alguns pontos dos muros de arrimo dos referidos canais houve um desabamento, sendo que as obras tinham sido recentemente finalizadas. Isso, segundo o MP, traria indícios de improbidade administrativa e de enriquecimento ilícito, o que ficará comprovado ou não com a finalização do inquérito. No final do ano também, o prefeito Eduardo Vasconcelos concedeu uma entrevista coletiva na qual ele garantiu que as construtoras têm a responsabilidade civil e criminal pelas obras pelo prazo de até 5 anos após a sua inauguração, assim como os custos pelas recuperações que se fizeram necessárias. Neste contexto a administração municipal disse estar tranquila com a instauração do processo e que tudo comprovará que as denúncias não tinham fundamento.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário