ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia tem 15.963 casos confirmados de Covid-19

RHI Magnesita apoia campanha 'Máscara Para Todos' na Bahia

Quase 26 mil mortes por coronavírus é registrada no Brasil; 411.821 casos foram confirmados

Nutricionista Maiana Chaves esclarece o que são os probióticos, pré-bióticos e simbióticos

Agência da Caixa volta a abrir neste sábado em Brumado

Bebê é resgatado por Graer após capotamento de veículo em rodovia

Urandi: Município decreta 'toque de recolher' e medida já está valendo

Recebendo auxílio emergencial? Em 2021 você pode ter que devolver

Brumado: Sobe para 24 os casos positivos de Coronavírus; Notificações chegam a 1000

Bahia: MP aciona instituições de ensino superior e solicita redução de 30% nas mensalidades durante pandemia

Proibição de transporte intermunicipal pelo Estado não se aplica ao deslocamento rural em Brumado

Revoltante: Avô é preso suspeito de abusar sexualmente da neta de 1 ano

Brumado: Dor e comoção marcam enterro da pequena Larissa Emanuelle de 9 anos morta em incêndio na zona rural

Fábrica da Azaleia vai demitir 600 funcionários em razão do novo Coronavírus em Itapetinga

Sob pressão da crise do coronavírus, bancos cortam juros do cartão de crédito

RHI Magnesita: Usar máscara é questão de responsabilidade

Bahia registra 15 mil casos confirmados de coronavírus

Bolsonaro sanciona projeto de socorro financeiro a estados e municípios

Brumado: Prefeitura realizará força-tarefa no comércio local visando o cumprimento dos decretos contra o Coronavírus

Caetité: Servidores contratados da Prefeitura denunciam salários atrasados


Brumado: MP anuncia procedimento preparatório para inquérito civil sobre obras de macrodrenagem nos bairros Olhos D'água e São José

Foto: Luciano Santos | 97NEWS

As obras de macrodrenagem realizadas nos canais abertos nos bairros Olhos d’Água e São José, que se tornaram objeto de muita discussão no final de 2018 pela população, já que se questionou muito a qualidade do material utilizado pelas referidas construtoras. Diante disso, o vereador Zé Ribeiro (PT) entrou com uma representação no Ministério Público Estadual e, no último dia 15 de janeiro, por meio do promotor Millen Castro Medeiros de Moura, foi divulgada uma Portaria comunicando que já está sendo instaurado o procedimento preparatório para inquérito civil visando a constatação se os materiais utilizados nas obras eram adequados e também se não foi causado danos ao erário público. Segundo a Portaria (confira na íntegra), em alguns pontos dos muros de arrimo dos referidos canais houve um desabamento, sendo que as obras tinham sido recentemente finalizadas. Isso, segundo o MP, traria indícios de improbidade administrativa e de enriquecimento ilícito, o que ficará comprovado ou não com a finalização do inquérito. No final do ano também, o prefeito Eduardo Vasconcelos concedeu uma entrevista coletiva na qual ele garantiu que as construtoras têm a responsabilidade civil e criminal pelas obras pelo prazo de até 5 anos após a sua inauguração, assim como os custos pelas recuperações que se fizeram necessárias. Neste contexto a administração municipal disse estar tranquila com a instauração do processo e que tudo comprovará que as denúncias não tinham fundamento.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário