ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

MPF e Paratinga (BA) firmam acordo para aplicação de R$ 20 mi em precatórios do Fundeb

Bala perdida vinda de perseguição policial acaba tirando a vida de uma mulher em Itabuna

PRF realiza Operação Proclamação da República

Sport e Vitória não saem do zero na Ilha do Retiro

Sindicato cobra atuação do Procon nos bancos de Conquista

Baguetes recheadas da Padaria Divina: a pedida certa para o seu lanche do fim de tarde

Pai e filho são presos dentro da operação ‘Anjos da Lei’ em Guanambi

Bolsonaro: 'Cubano que quiser pedir asilo aqui, vai ter'

Aprovada MP que cria o Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário

MPF requer nulidade de contrato advocatício firmado pela prefeitura de Esplanada (BA) por desvio de R$6,5mi da Educação

Efeito Bolsonaro: Cuba confirma fim da parceria com o Brasil no Programa Mais Médicos

VCA: Polícia Civil desmonta esquema em sítio onde estavam enterradas drogas e vários armamentos de uso restrito

Polícia Civil aprofunda as investigações sobre o assassinato do assessor parlamentar da deputada Ivana Bastos

Partido Novo se estabelece em Brumado de olho nas eleições de 2020

ADAB confirma a hipótese de intoxicação alimentar como a causa da morte do gado em fazenda em Tanhaçu

Sal com ureia pode ter sido a causa da morte do gado na Fazenda Pica-pau em Tanhaçu

Polícia Civil realiza Operação ‘Anjos da Lei’ na Bahia; não há ainda divulgação se existiram ações em Brumado

Enem 2018 terá gabarito oficial divulgado nesta quarta (14)

MPF denuncia esquema criminoso por desvio de mais de R$ 2 mi no hospital de base de Itabuna (BA)

Segundo SSP: 80% dos bandidos mais perigosos da Bahia atuam no interior


Aumento dos salários do STF afetará todo o funcionalismo público

Foto: Divulgação

O aumento no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovado na quarta-feira (7) pelo Senado poderá gerar um rombo de mais de quatro bilhões de reais nos orçamentos dos Estados e da União. O cálculo é da Consultoria de Orçamento da Câmara. O levantamento leva em conta o “efeito cascata” em outras carreiras do Judiciário, que terão os salários automaticamente aumentados. O fundador da associação Contas Abertas, Gil Castelo Branco explica o efeito. “Esse aumento é irresponsável e injusto. Eu digo irresponsável por conta da grave situação fiscal que o país está atravessando. O déficit previsto para o ano que vem, para 2019, é de 139 bilhões de reais. E esse aumento do STF já afetará diretamente as remunerações dos juízes, desembargadores, promotores, procuradores, conselheiros e ministros dos Tribunais de Contas e até procuradores do Ministério Público de Contas junto aos Tribunais de Contas”. Isso acontece, segundo ele, porque o salário dos ministros corresponde ao teto constitucional de todo o funcionalismo público. Ou seja, aumentando o teto, os salários dos servidores também podem ser elevados até atingirem o novo limite. “Então, esse impacto pode ser até muito maior do que esses quatro bilhões e meio que é apenas o impacto imediato decorrente daquelas carreiras que estão diretamente atreladas”. O reajuste influenciará as contas da gestão de Jair Bolsonaro, que assume a presidência da República no próximo ano. Nesta semana, antes do tema ser votado pelo Senado, ele criticou a proposta afirmando que não era “o momento de se aumentar despesas”, o que “só aumentaria o déficit do próximo ano”. Para entrar em vigor, o aumento nos salários dos ministros do STF ainda precisa ser sancionado pelo presidente Michel Temer. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário