ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Operação apreende carne comercializada irregularmente no Mercado Municipal de Livramento

Suspeito de agredir idoso em rua é preso após se apresentar em fórum

Provas do Encceja acontece neste domingo (25)

Feira: Cerca de 100 kg de maconha são apreendidos pela PRF

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Projeto de Lei que retira direito de votação para o cargo de diretor em escolas municipais é aprovado na Câmara sob protestos

Homem é preso suspeito de estuprar criança de 8 anos no norte da Bahia

Brumado: Feirantes não aderem à movimento e manifestação tem poucos participantes

Governo Federal suspende recursos para vigilância em Saúde de 9 cidades baianas

Comerciantes debatem sobre impactos do estacionamento rotativo, em Brumado

Operadora Vivo deixa milhares de clientes sem sinal em Brumado

Policiais Militares da 34ª CIPM participam de palestra sobre funções militares

ONGs preveem onda de ações na Justiça contra Bolsonaro por queimadas

Homenagens marcam cerimônia da Semana do Soldado em Brumado

Motociclista fura bloqueio da PM em Livramento de Nossa Senhora e sofre acidente

Privacidade de dados pessoais dos brasileiros pode ter sido violada pelo Google; diz Senacom

Idoso morre após ser agredido com golpes de facão depois de discussão com enteado

O grupo 'Arte na Praça' convida você e sua família para a 3ª Feira de Artes em Brumado

Bahia: Operação desarticula esquema que sonegou R$ 25 milhões em ICMS


Aumento dos salários do STF afetará todo o funcionalismo público

Foto: Divulgação

O aumento no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovado na quarta-feira (7) pelo Senado poderá gerar um rombo de mais de quatro bilhões de reais nos orçamentos dos Estados e da União. O cálculo é da Consultoria de Orçamento da Câmara. O levantamento leva em conta o “efeito cascata” em outras carreiras do Judiciário, que terão os salários automaticamente aumentados. O fundador da associação Contas Abertas, Gil Castelo Branco explica o efeito. “Esse aumento é irresponsável e injusto. Eu digo irresponsável por conta da grave situação fiscal que o país está atravessando. O déficit previsto para o ano que vem, para 2019, é de 139 bilhões de reais. E esse aumento do STF já afetará diretamente as remunerações dos juízes, desembargadores, promotores, procuradores, conselheiros e ministros dos Tribunais de Contas e até procuradores do Ministério Público de Contas junto aos Tribunais de Contas”. Isso acontece, segundo ele, porque o salário dos ministros corresponde ao teto constitucional de todo o funcionalismo público. Ou seja, aumentando o teto, os salários dos servidores também podem ser elevados até atingirem o novo limite. “Então, esse impacto pode ser até muito maior do que esses quatro bilhões e meio que é apenas o impacto imediato decorrente daquelas carreiras que estão diretamente atreladas”. O reajuste influenciará as contas da gestão de Jair Bolsonaro, que assume a presidência da República no próximo ano. Nesta semana, antes do tema ser votado pelo Senado, ele criticou a proposta afirmando que não era “o momento de se aumentar despesas”, o que “só aumentaria o déficit do próximo ano”. Para entrar em vigor, o aumento nos salários dos ministros do STF ainda precisa ser sancionado pelo presidente Michel Temer. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário