ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brasil registra recorde de mortes violentas em 2017

Notas do Enem serão divulgadas nesta sexta-feira (18)

Delegado da 25ª Coorpin refuta possibilidade de tráfico internacional de crianças no caso da mãe que vendeu o filho

Brumado: 60% das ligações para o SAMU 192 são de ocorrências falsas, diz coordenação

Secretaria Municipal de Saúde de Brumado irá disponibilizar transporte para o Mutirão da Catarata em Livramento

M. Pedras: Vereador Evânio Oliveira garante que vai pedir total apuração da denúncia envolvendo a máquina do PAC em serviço particular

Cerca de 200 salas serão implantadas para tratamento de pé diabético em municípios da Bahia

Brumado: Filas aumentam na Central de Marcação; Sesau explica os motivos e garante que atendimento estará regularizado até o final do mês

Justiça determina reintegração de servidores público aposentados à prefeitura de Brumado

Menina morre após se engasgar com pedaço de carne em Mundo Novo

Brumado: Abertas as vagas para o EJA do Ensino Fundamental no período noturno

Polícia prende estelionatário acusado de aplicar golpes na Bahia, Santa Catarina e Mato Grosso

M. Pedras: moradores denunciam ato de possível improbidade administrativa por uso de retroescavadeira da prefeitura para fins particulares

População denuncia lixão na sede do setor de obras do município; secretário garante que será prontamente removido

Cortar luz por falta de pagamento é proibido em todo território brasileiro

Licínio de Almeida: Agricultor morre eletrocutado ao manusear bomba d’água

‘A Embasa não merece mais ficar em Brumado pelos péssimos serviços prestados ’, afirma brumadense indignado com a empresa; veja vídeo

Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%

Em audiência pública da Embasa, ex-prefeito Geraldo Azevedo faz críticas veladas ao prefeito e a vereadores

Veículo do PAC da cidade de Brumado recebe multa no estado do Pará; entenda o caso


Procon divulga lista com sites que consumidor deve evitar na Black Friday

Foto: Divulgação

O Procon divulgou uma lista com 419 sites que o consumidor deve evitar na Black Friday, campanha de grandes descontos que ocorre no dia 23 de novembro. Na “lista suja” do Procon estão plataformas que receberam reclamações registradas no órgão fiscalizador, foram notificados, não responderam ou não foram encontrados. De acordo com o Procon, 2.091 queixas foram feitas por consumidores durante a edição passada da Black Friday, em 2017. Dos 419 sites listados, apenas 167 estão ativos. As outras 252 empresas estão fora do ar. Uma das principais reclamações do consumidor, no ano passado, segundo o Procon, foi a chamada “maquiagem de desconto”. Nesse caso, as empresas aumentam o preço do produto antes da Black Friday para, em seguida, aplicar um desconto que, na verdade, iguala ao valor anterior. Além disso, foram identificados casos em que o produto oferecido não estava disponível no estoque da loja virtual. Acesse a "lista suja" completa no site do órgão fiscalizador, Fundação Procon do estado de São Paulo. (Clique aqui)



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário