ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brasil registra recorde de mortes violentas em 2017

Notas do Enem serão divulgadas nesta sexta-feira (18)

Delegado da 25ª Coorpin refuta possibilidade de tráfico internacional de crianças no caso da mãe que vendeu o filho

Brumado: 60% das ligações para o SAMU 192 são de ocorrências falsas, diz coordenação

Secretaria Municipal de Saúde de Brumado irá disponibilizar transporte para o Mutirão da Catarata em Livramento

M. Pedras: Vereador Evânio Oliveira garante que vai pedir total apuração da denúncia envolvendo a máquina do PAC em serviço particular

Cerca de 200 salas serão implantadas para tratamento de pé diabético em municípios da Bahia

Brumado: Filas aumentam na Central de Marcação; Sesau explica os motivos e garante que atendimento estará regularizado até o final do mês

Justiça determina reintegração de servidores público aposentados à prefeitura de Brumado

Menina morre após se engasgar com pedaço de carne em Mundo Novo

Brumado: Abertas as vagas para o EJA do Ensino Fundamental no período noturno

Polícia prende estelionatário acusado de aplicar golpes na Bahia, Santa Catarina e Mato Grosso

M. Pedras: moradores denunciam ato de possível improbidade administrativa por uso de retroescavadeira da prefeitura para fins particulares

População denuncia lixão na sede do setor de obras do município; secretário garante que será prontamente removido

Cortar luz por falta de pagamento é proibido em todo território brasileiro

Licínio de Almeida: Agricultor morre eletrocutado ao manusear bomba d’água

‘A Embasa não merece mais ficar em Brumado pelos péssimos serviços prestados ’, afirma brumadense indignado com a empresa; veja vídeo

Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%

Em audiência pública da Embasa, ex-prefeito Geraldo Azevedo faz críticas veladas ao prefeito e a vereadores

Veículo do PAC da cidade de Brumado recebe multa no estado do Pará; entenda o caso


Ministro Dias Toffoli e Jair Bolsonaro apontam segurança pública como um dos principais desafios para o país

Foto: Divulgação

Previdência, reforma tributária e segurança pública como os principais desafios para o Brasil foram os temas tratados durante reunião entre o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, e o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira (7), no Salão Nobre do STF. O ministro Dias Toffoli defendeu união e harmonia entre os Poderes na construção de um grande pacto republicano para enfrentar esses desafios. Toffoli afirmou que a sociedade brasileira vive o drama da violência, com o que chamou de “verdadeira epidemia”, com mais de 60 mil homicídios por ano – número superior ao registrado em países que estão em guerra, destacou. Diante do quadro, o presidente do STF disse ser necessária uma reformulação no sistema de Júri e das leis processuais, lembrando que o Poder Judiciário é muito cobrado em relação a seus julgados. Ele elogiou a recente criação do Ministério da Segurança Pública para trazer a responsabilidade sobre o tema para a esfera federal, uma vez que sempre foi de competência dos estados. O ministro lembrou grandes desafios que o novo presidente terá de enfrentar no combate à violência, a exemplo de iniciativas como as tomadas no Rio de Janeiro, que está sob intervenção federal, e em Roraima, para a segurança da população local e dos imigrantes que cruzam a fronteira entre o Brasil e a Venezuela. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que pretende debater previamente com o ministro Dias Toffoli temas que serão encaminhados ao Congresso Nacional, “de forma que essas decisões sejam o melhor embasadas possível, para que encontrem menos resistência no Parlamento”. Acrescentou que essa é uma maneira de ganhar tempo para a tomada de decisões e que o ministro Dias Toffoli “é peça chave” na construção dessa relação de independência e harmonia entre as instituições. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário