ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança é internada na UTI em estado grave após ser atropelada por ônibus escolar na zona rural

Livramento: Homem sofre tentativa de homicídio no bairro Benito Gama

Pediatria é no Centro Médico São Gabriel com Dr. Thomás Caires

Lama de obra invade casas e moradores perdem tudo em Brumado

Clínica Master: Atendimento em Psiquiatria

Brumado: 'Gatuno' é preso pela PM logo após roubar moto no bairro São Jorge

Unip: A Educação transforma sonhos em realidades!

Apagão de 40 minutos atinge Brumado e municípios da região

Brumado: Choveu forte na madrugada desta segunda-feira (18) na 'Capital do Minério'

Bahia bate o Vitória da Conquista e assume a liderança do Campeonato Baiano

Agência Nacional de Mineração recomenda extinção de barragens a montante até 2021

Brasil vai precisar de 10 mi de profissionais em saúde e educação até 2040, diz BID

Brumado: Estudantes participam de tarde de autógrafos com prefeito Eduardo Vasconcelos

Artista plástico 'Dil Rocha' recebe Prêmio Giuliano Ottaviani; o brumadense ficou em 1º lugar com o quadro 'Pedalando na Trilha'

Após um mês e meio baiano é o último vencedor da Mega da Virada a retirar o dinheiro

Previsão indica vento forte e chuva na tarde desta sexta-feira em Brumado

Brumado: Câmara de Dirigentes Lojistas pede flexibilização na implantação da 'Zona Azul'

Brumado: Cratera se abre em antiga galeria de água próximo a 'passagem em nível' na rua que liga os bairros São Felix ao Centro


PRF usará novos bafômetros que captam odor de álcool no ar na 'Operação Nossa Senhora Aparecida'

Foto: Divulgação l PRF

A partir desta quinta-feira (11), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Bahia realizará durante a "Operação Nossa Senhora Aparecida 2018", o uso dos novos aparelhos de fiscalização do consumo de álcool, os bafômetro. Os novos equipamentos são capazes de identificar a presença de álcool no ambiente, sem que o condutor precise soprar, como é feito no teste tradicional. Ao todo, serão utilizados 40 aparelhos conhecidos como etilômetros passivos. O equipamento capta a presença de álcool dentro do carro abordado e, em seguida, indica se o condutor deve realizar o teste tradicional, assoprando o bafômetro. Caso não seja constatada a presença de álcool, o aparelho acende uma luz verde e o policial libera o motorista. Se existir algum indício, ainda que mínimo, aparece uma luz amarela. Já a luz vermelha indica que, no local, há muito álcool, o que significa que o condutor, realmente, tem que ser parado e submetido ao teste de alcoolemia pelo bafômetro tradicional. A principal vantagem do equipamento é a agilidade que o teste vai dar ao trabalho. Enquanto com aparelho novo é possível testar até 12 pessoas por minuto para determinar se consumiram álcool ou não, o tradicional demora entre cinco e dez minutos por pessoa. Outra vantagem é a economia na utilização dos bocais que são utilizados no teste tradicional. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário