ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Crise financeira faz população diminuir gastos com entretenimento na Região Sudoeste

Brumado: UNEB disponibiliza curso preparatório para Vestibular e ENEM

Parlamentares do DF devem R$ 2,46 milhões em impostos à União

Dermatologista Drª Patrícia Marques atende no CEMAR

Agnaldo Timóteo é internado em Barreiras após mal-estar

Decreto de Bolsonaro que regulamenta uso e porte de armas no país libera compra de fuzil por qualquer cidadão

Brumado: População cobra carro-fumacê após infestação de mosquitos

Forró do Sítio Novo 2019: Garanta já seu ingresso, dia 25 de maio tem virada de preço

Mãe relata drama vivido pela filha com doença rara em Brumado; tratamento completo custa R$ 16 mil

Município de Brumado é escolhido para sediar 2º Encontro do Comitê do Rio das Contas para discutir recursos hídricos

Brumado: Associação dos Pequenos e Mini Produtores e Distribuidores de Leite seleciona currículos para contratação de Agente Comunitário Rural

Brumado: SMTT promove capacitação de motoristas do transporte escolar

Brumado: Prefeitura diz que Embasa se nega a ligar sistema de abastecimento de Arrecifinho e Espinheiro após conclusão da obra

Brumado: Empresária aparece como possível candidata ao executivo municipal na disputa de 2020

Otorrinolaringologista na Clínica Master

Disputa sobre acesso a dados sigilosos de alunos pesou na demissão do presidente do Inep

Jovem é preso e um menor apreendido por tráfico de drogas no bairro Novo Brumado

Homem é baleado dentro de bar na Vila Presidente Vargas e tenta ir dirigindo até hospital em Brumado

Brumado: Estudante de Direito de 22 anos cai de prédio não resiste aos ferimentos e morre


Prefeituras de Andaraí, Cachoeira, Jitaúna e Ubaitaba tem contas desaprovadas pelo TCE; ex-gestores terão que devolver R$ R$ 174 mil

Foto: Divulgação

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) desaprovou, em sessão ordinária desta quarta-feira (10), as prestações de contas de quatro convênios firmados por prefeituras municipais com órgãos da administração estadual, imputando, ainda, débitos no valor total de R$ 174.176,74 a quatro dos cinco gestores responsáveis pela execução dos objetos conveniados. O maior valor imputado teve como responsável o ex-prefeito de Jitaúna, Adeilson Santos Barros, que será obrigado a devolver aos cofres públicos R$ 134.290,00, após atualização monetária e aplicação de juros de mora, em razão das irregularidades constatadas na execução do convênio 033/2004, firmado com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para reforma e adequação de uma unidade de saúde. Também foi desaprovada a prestação de contas do convênio 057/2005, firmado pela Secretaria do Trabalho, Assistência Social e Esporte (Setras) com a Prefeitura de Andaraí, com a imputação de débito de R$ 3.424,00 ao ex-prefeito Renato Costa e Silva e à Prefeitura Municipal (de forma solidária). Também devido às graves irregularidades, foi desaprovada a prestação de contas do convênio 190/2003, firmado pela Prefeitura de Cachoeira também com a Sesab, ficando o ex-prefeito Raimundo Bastos Leite obrigado a devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 24.495,00. Por fim, os conselheiros integrantes da Segunda Câmara decidiram pela desaprovação da prestação de contas do convênio 172/2008, firmado pela Prefeitura de Ubaitaba com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes). A desaprovação foi referente ao período de gestão do ex-prefeito Alexandre Negri de Almeida, que também foi condenado a devolver R$ 11.971,74 aos cofres públicos, sempre com a devida atualização monetária e aplicação de juros de mora.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário