ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CREA realiza reunião regional em Brumado nesta segunda-feira (15)

Brumado goleia Uruçuca por 3X0 e dá passo importante para a classificação na próxima fase do Intermunicipal 2018

Semana começa com céu nublado em Brumado, temperaturas em queda e previsão de chuvas

Brumado: 21ª Edição do 'Sudoeste Criança' é realizado na Praça da Prefeitura; o domingo foi de lazer

Feira de Santana: Homem joga filho com pés e mãos amarradas em açude

Parceria entre Sebrae, RHI Magnesita e InterCement fomentará a valorização da prestação de serviços a nível local

Brumado: Homem tem carro roubado no bairro São Felix

Promoção ligou Locar Rápido, ganhou!

Querendo convencer os eleitores da Bahia, Bolsonaro promete conclusão das obras da Fiol

'O youtuber errado para seu filho pode gerar fobias', alerta psicóloga

Homenagem ao Dia do Professor

Eleitores podem emitir certidão de quitação eleitoral no site do TSE a partir de hoje (15)

'Brasil tem que abraçar todas as religiões', diz Haddad ao criticar Bolsonaro

Apostador sortudo ganha sozinho prêmio de R$ 27 milhões da Mega-Sena

A sua noite de domingo fica mais saborosa com as pizzas do Rey do Dellivery

Aracatu: veículo roubado em São Paulo é recuperado pela Polícia

Conquista: pequena plantação de maconha é encontrada pela polícia; jovens acabaram sendo detidos

Com dois de Vinícius, Bahia supera a retranca do Paraná e vence após cinco jogos

Vitória enfrenta a Chapecoense em 'jogo do ano' para o Leão

Menino de 4 anos morre afogado em piscina de hotel em Rio de Contas; o corpo foi trazido para o IML de Brumado


Brumado: Veículos da prefeitura acumulam quase R$ 5 mil em multas no trânsito

O veículo da GCM acumula várias infrações (Foto: Luciano Santos l 97NEWS)

Um levantamento da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) mostra que, vários veículos que pertencem as secretarias ou instituições ligadas ao município cometeram infrações. O carro campeão de infração da capital do minério acumula cerca de 11 multas. Os dados mostram que poucos veículos da frota não receberam nenhuma multa entre 2017 e 2018. Entre as principais infrações estão, o não uso do cinto de segurança e dirigir falando ao celular. Em entrevista ao 97NEWS, o Superintendente da SMTT, João Nolasco, mostrou que os veículos da frota municipal acumularam, cerca de R$ 4.500 em multas aplicadas pela SMTT com base no código de trânsito. Essas autuações se referem aos condutores que utilizam esses veículos no dia a dia. O superintendente informou ainda que está se esforçando para identificar esses infratores. “É importante ressaltar que a prioridade neste momento é identificar os condutores daqueles veículos, porque algumas secretarias, não tem um só carro exclusivo, esses veículos são utilizados por vários condutores. E já adotamos o uso de uma planilha, que é fica fixada dentro de cada carro, para que possamos identificar quem usou aquele veículo, em que dia, que horas e a quilometragem e, assim poderemos identificar o infrator”, diz Nolasco. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Já em relação as multas aplicadas, a Superintendência Municipal de Trânsito já solicitou a identificação dos infratores e, se em último caso não forem identificados, todos que usaram, poderão pagar pelas infrações cometidas naquele veículo específico. "O município não poderá pagar por uma infração que foi cometida por um servidor, que ao sair para o campo em um dia de trabalho cometeu uma infração. É sempre bom lembrar que a frota pertence a prefeitura, mas o condutor, é responsável pelos seus atos", ressaltou Nolasco. A prefeitura reforça que mantém monitoramento permanente e ações de fiscalização constantes para verificar a conduta dos motoristas. Em caso de irregularidades, os condutores são multados e notificados. Cabe esclarecer que o comportamento do condutor é de obrigação dele mesmo. Mas, a responsabilidade sobre o prontuário dos condutores, controlando os dados de entrada, como: nome, quilometragem e data em que ele dirigiu aquele veículo, é da prefeitura. 



Comentários

  • Artur

    ""... se em último caso não forem identificados, todos que usaram, poderão pagar pelas infrações cometidas naquele veículo específico." Ele demonstra desconhecimento das leis. Se não identificar, a Prefeitura (leia-se contribuintes) que vai ter que arcar, já que não se pode atribuir conduta adversa a um servidor sem a prova de que foi ele, muito menos punir pecuniariamente (obrigá-lo a pagar)."

  • Genilson Pereira

    "Estes funcionários que usam esses veículos, "pensam" que estão "imunes" de infrações e posteriormente de receber multas. Enganados estão eles, procurem os causadores destas infrações e façam pagar. "

Deixe seu comentário