ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Homem ateia fogo em carro e morre queimado ao entrar no veículo no Ceará

Caetité: Presos que arrombaram celas, furtam munições e armas de grosso calibre morrem em confronto com a Caesg

Caetité: Presos arrombam celas, furtam munições, armas de grosso calibre e fogem da delegacia

Cipe Sudoeste realiza 'Operação Tiradentes' para coibir delitos durante o feriado de Páscoa

Dois suspeitos de manter 10 venezuelanos em situação de trabalho escravo são presos em Itabuna

Conquista: Mãe de recém-nascido abandonado é localizada após denúncia anônima

Bolsonaro defende que invasão de terra pode ser tratada como terrorismo

Batida entre van e caminhão deixa quatro mortos e quatro feridos em Barreiras

Barra da Estiva: Jovem baleado durante feminicídio não resiste e morre

Brumado: 34ª CIPM realiza 'Operação Semana Santa' durante o feriado prolongado

Começou nesta quinta (18) o recadastramento de clientes com celulares pré-pagos

Homem mata namorada grávida de três meses e fere mais duas pessoas em Barra da Estiva

PRE inicia operação da Semana Santa nas rodovias do Sudoeste

RHI Magnesita abre processo seletivo para vaga de emprego em Brumado; inscrições até 23/04

Brumado: Mulher atropelada por motocicleta não resiste aos ferimentos e vem a óbito; veja o vídeo

Brumado: Mulher sofre forte impacto na cabeça após ser atropelada por motocicleta

Brumado: Comércio à espera das vendas de Páscoa

Clínica Master: Ultrassonografia

Brumado: Vem ao a '2ª Meia Maratona do Terrão' na comunidade de Campo Seco I

Brumado: Aula inaugural marca o retorno do Programa AABB Comunidade


Impasse pode tirar o Bahia da TV no Brasileirão de 2019; entenda

(Foto: Divulgação)

O Campeonato Brasileiro de 2018 ainda não terminou, mas a competição do próximo ano já está em pauta. A transmissão das partidas na televisão passa por um impasse, já que Bahia, Atlético-PR e Palmeiras ainda não fecharam contratos com a Globo para a exibição das suas partidas em 2019. A emissora e os clubes já trabalham com a possibilidade do Brasileirão ficar desfalcado e não ter os 380 jogos transmitidos. As informações são do Estadão. A dificuldade envolve os contratos de exibição das partidas entre 2019 e 2024, na TV aberta e nos canais pay-per-view (PPV). Já com a TV fechada, os clubes puderam assinar acordos separados com a própria Globo, para transmissão no SporTV ou Esporte Interativo. Recentemente o EI anunciou o encerramento de suas operações no Brasil. No cenário atual, 108 dos 380 jogos da Série A de 2019 não poderão ser transmitidos no PPV ou na TV aberta. Isso porque a Lei Pelé determina que os direitos de transmissão pertencem às duas equipes envolvidas nas partidas. Os três clubes não aceitaram a proposta da Globo para a TV aberta e para o PPV por discordarem de uma redução que varia de 5% a 20% no valor. Para o presidente do Bahia, Guilherme Bellitani, afirmou que as conversas ainda estão em andamento, mas não é possível saber se o acordo será fechado. "Se tiver mesmo de acontecer de ficar sem jogos na televisão, vejo como um processo natural", disse.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário