ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Dengue: Ministério da Saúde aponta crescimento de 224% nos casos em 2019

Ex-prefeito Geraldo Azevedo propõe união da oposição para as eleições 2020 em Brumado

Brumado: Centrais sindicais fazem manifestações contra a reforma da Previdência em frente à Câmara de Vereadores

Justiça manda soltar ex-presidente Michel Temer

Brumado: Após acidente empresa Lig Lixo realiza limpeza de lama na rodovia BA-148

Projeto que prevê a implantação de monumento candomblecista gera polêmica em Brumado

Brumado: Enfermeira explica importância da atualização do cartão de vacina de estudantes

Clínica Master: Especialista em Ombro e Cotovelo

Desportistas cobram da prefeitura transmissão do Campeonato Brumadense pelas rádios de Brumado

Policiais da 34ª CIPM prende homem que trazia drogas de São Paulo para ser comercializada em Guajeru

RotSat: Rastreamento veicular com qualidade, eficiência e segurança

BA-148: Construtora interdita parte da rodovia que liga Brumado a Livramento de Nossa Senhora

Polícia prende homem acusado de estuprar jovem de 16 anos em Livramento de Nossa Senhora

Faculdade Pitágoras de Brumado está ofertando bolsas de 60% para todo o curso; consulte condições

Caetité: Polícia prende acusado de matar caetiteense de 22 anos; motocicleta e arma do crime foram vendidas em Brumado

Ituaçu: Homem é executado com vários tiros no centro da cidade

Jovem que teve motocicleta apreendida em Brumado é encontrado morto em Caetité

Brumado: Motociclista derrapa em lama e fica ferido na BA-148 próximo ao antigo 'Tocos'

Preço da gasolina sobe mais uma vez e acumula alta de 3,5% em um mês; em Brumado o litro chega a R$ 4,99

Brumado: Trilha da Amizade acontece no dia 31 de março


Homem passou 38 anos de sua vida sem poder casar e colocar o seu nome na certidão dos filhos

Foto: Whatsapp l 97NEWS

Um morador de Barra do Choça na Região do Planalto da Conquista viveu 38 anos de sua vida sem poder viver na sociedade como um cidadão registrado. José Marcos, de 38 anos, morador da comunidade de Duas Barras, zona rural do município, disse que vive com sua companheira, Maria Dias de Oliveira, com quem tem dois filhos, Edilane e Alan, e passou um grande dilema ao longo de sua vida. Segundo Marcos, ele se mudou para Barra do Choça, quando ainda era criança, sem os seus pais, e nunca pode tirar os documentos. Por conta disso, não pode registrar seus filhos por não ser casado. Ele é mais um brasileiro que vive ‘invisível’, ou seja, não existe para o Estado. José não tinha Certidão de Nascimento, RG, Título de Eleitor, CPF, nenhum outro documento. Ele nunca foi ao médico, não tem conta bancária, não votou e nem estuda. Mas aos 38 anos sua vida começou a mudar quando amigos de José conseguiu pagar uma advogada e conseguiu tirar os meus documentos. "Agora vou poder me casar, colocar o meu nome na Certidão de Nascimento dos meus filhos e começar a estudar”, disse. José Marcos, comentou ainda que, se sentia triste por não poder registrar os seus filhos, "agora graças a Deus poderei ser um cidadão, votar, ou seja ser um cidadão!", finalizou com um sorriso no rosto. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário